Coisas meninas gostam de caras para dizer

tipo, soube de uma garota de 17 anos cogitando se relacionar com uma cara de 30 anos. E eu fico pq os caras nao gostam de se relacionar com mulheres na faixa de idade deles e meninas gostam de se relacionar com caras tao mais velhos Na verdade, existem homens mais jovens neste mundo que gostam quando uma mulher tem coisas para dizer e ensin√°-los. Acontece que esses tipos de caras tamb√©m gostam de mulheres mais velhas. N√≥s damos a eles o que desejam: uma √≥tima conversa sem que eles tenham que inventar algo para falar o tempo todo.. Um cara mais reservado, que n√£o necessariamente √© bonito, mas que cuida de si mesmo, que se valoriza, se divirta, seja culto e gosta de coisas nerds, etc. Sinceramente, n√£o importa se as mulheres gostam de caras t√≠midos ou n√£o. Porque se voc√™ n√£o consegue nem falar com ela, ent√£o n√£o faz qualquer diferen√ßa se ela gosta de voc√™ ou n√£o. Dicas para caras: 10 coisas bonito de dizer a uma menina que voc√™ gosta OK rapazes, aqui est√° sua chance de fazer uma garota que voc√™ como `` s aww t√£o bonito! `Afinal, as meninas s√£o feitas de a√ß√ļcar e especiarias, e tudo de bom, de modo que ela saiba o quanto voc√™ aprecia-la com esses dez bonito coisas que voc√™ pode dizer a uma menina. 22. Os indiv√≠duos s√£o, em geral, f√°cil de manipular, mas todos os homens n√£o gostam de ser manipulados para atuar algo. 23. Os homens tende a ser emocionalmente vulner√°vel e as m√°goas parecem homens de impacto muito mais do que ela afeta meninas. 24. O caminho para o cora√ß√£o de um homem √© atrav√©s de seu est√īmago. As meninas gostam de um cara que as faz rir, ent√£o aqui est√£o algumas coisas engra√ßadas para dizer a uma garota para que ela goste de voc√™. Quando voc√™ est√° tentando conseguir o n√ļmero de uma garota ou est√° em um encontro com uma garota, voc√™ quer faz√™-la rir. Aqui olhamos para os primeiros nove partes de um homem que as meninas geralmente gostam realmente: 1. Uma fa√≠sca no olho Para algumas meninas que √© tudo no olho. Os olhos de um homem pode dizer muito sobre ele, o que ele est√° pensando, o que o humor dele √©, e qual √© a sua cor favorita, um homem com um flash e uma fa√≠sca de riso em seus ... Antes de tudo, saiba que √© verdade, a maioria das mulheres preferem homens com pelo menos 5 anos a mais de idade. Em primeiro lugar devido a maturidade, por√©m h√° tamb√©m outros fatores importantes. Saiba que elas gostam de homens com mais maturidade, isso n√£o quer dizer que precisam ser velhos no aspecto f√≠sico. Para comemorar meninas, Vamos dar uma olhada nos 10 coisas fofas caras amo sobre meninas. ... Meninas gostam de estar certo, ainda mais do que os homens. Enquanto caras s√£o melhores na fixa√ß√£o coisas, as meninas t√™m que estar certo. ... 10 Coisas bonitos para dizer a sua namorada para faz√™-la sentir-se amado.

ūüė≥ūüĎČūüŹĽūüĎąūüŹĽ

2020.09.10 23:51 Helamaa ūüė≥ūüĎČūüŹĽūüĎąūüŹĽ

a car√™ncia t√° imoral e eu t√ī procurando uma namoradinha, se vcs conhecerem alguma mina que tenha esses requisitos, me avisem redpillada channer, dogoleira, wgtow, ancap, , jogadora de poker, bv, virgem, sem amigos, crente, f√£ da UDR,magrela, footlet,escuta Chico Buarque, weeabo, hikkimori, otaku, gameri, hetero,federal,trader de bitcoin,hacker, defacer, cubista, penspinner, recordista de memoriza√ß√£o de baralhos, timida, m√£e de pet, hidratada, n√£o consumidora de a√ßucar, saud√°vel, youtuber, netolover, pooper, cambista, shitposter, anarquista, materialista, roquista, travesquista, mono talon vlogger, blogueira, e-girl, intolerante a lactose, intolerante a gluten, grinder e hipn√≥loga, fiel, niilista existencialista, metaleira, headbanguer, pelo no suvaco, patriota, masoquista, ballbuster, jogadora de minecraft, buceta fedida, que n√£o tenha medo de chuta minhas bolas pelo amor de deus eu nao consigo encontrar uma menina pra chutar minhas bolas por favor deus eu imploro nao agusnto mais isso nao eh um meme porque voces tem medo de me chutar no saco. Ra√ßa: n√≥rdica Altura: 170cm+ Pele: 1 ou 2 (Fitzpatrick) Olhos: 7+ (Martin) Cabelos: qualquer cor, mas apenas lisos ou ondulados (FIA) Nariz: reto ou virado para cima Cr√Ęnio: dolico ou mesocef√°lico √ďculos: n√£o Aparelhos: n√£o Queixo furado: n√£o Covinhas: n√£o Orelha presa: n√£o Orelha de abano: n√£o Franja em V: n√£o Pelos no corpo: muito pouco Tatuagem: n√£o Gradua√ß√£o: apenas cursos voltados √† pesquisa Faculdade: apenas bem conceituadas Habilidades matem√°ticas: sim Idiomas: flu√™ncia em ingl√™s e mais outro idioma √Ālcool, cigarro, drogas: n√£o, nenhum Personalidade: introvers√£o Cultura: europeia ocidental RELIGI√ÉO: Crist√£ Ortodoxa Gostar de escutar rog√©rio skylab:
Para ser sincero, voc√™ precisa ter um QI muito alto para entender Rog√©rio Skylab Para ser sincero, voc√™ precisa ter um QI muito alto para entender Rog√©rio Skylab. O humor √© extremamente sutil e, sem uma compreens√£o s√≥lida de filosofia moderna, a maioria das piadas vai passar despercebida pelo telespectador m√©dio. H√° tamb√©m a vis√£o niilista de Rog√©rio, que est√° habilmente tecida em sua caracteriza√ß√£o - sua filosofia pessoal se baseia fortemente na literatura de Nododaya Volya, por exemplo. Os f√£s entendem essas coisas; eles t√™m a capacidade intelectual para realmente apreciar a profundidade dessas piadas, para perceber que elas n√£o s√£o apenas engra√ßadas - elas dizem algo profundo sobre a VIDA. Como conseq√ľ√™ncia, as pessoas que n√£o gostam de Rog√©rio Skylab s√£o verdadeiros idiotas - √© claro que eles n√£o apreciariam, por exemplo, o humor no bord√£o existencial de Rog√©rio "Chico Xavier √© viado e Roberto Carlos tem perna de pau", que √© uma refer√™ncia cript√≠ca para o √©pico Pais e Filhos do russo Turgenev. Estou sorrindo agora mesmo imaginando um desses coitados simplistas co√ßando a cabe√ßa em confus√£o enquanto as m√ļsicas se desenrolam na tela de seu computador. Que tolos‚Ķ como eu tenho pena deles. E sim, a prop√≥sito, eu tenho uma tatuagem do Rog√©rio Skylab. E n√£o, voc√™ n√£o pode v√™-la. √Č s√≥ para os olhos das damas. E mesmo elas, precisam demonstrar de antem√£o que possuem um QI com diferen√ßa absoluta de no m√°ximo 5 pontos do meu (de prefer√™ncia para baixo).
Rotina, Habitos e interesses: Nofap + Banho Gelado + comer carne crua + comer virado pra parede + biohack + dormir no ch√£o + Jordan Peterson + mewing + HBD + PUA + jelq + dormir 5 horas por dia + caf√© gelado sem a√ß√ļcar + hipismo + compila√ß√£o mitadas En√©as + alho cru + podcast do Joe Rogan + redpill + Brain Force + Jejum + medita√ß√£o iasd + m√ļsicas para concentra√ß√£o, foco e intelig√™ncia + teste de QI da internet + grupos de linhagem viking do facebook + ficar longe do poste de internet 4G + youtube do varg vikernes + ess√™ncia de morango da turma da m√īnica no narguil√© + jogar vape na cara de todo mundo que tentar entrar no bloco da faculdade + 5 segundos de calistenia no deserto do atacama + darkcel + √≥culos do a√©cio na foto de perfil + ler quotes do nietzsche no brainy quote + criar galinha no quarto sem os pais saberem + Alho cru + uma colher de azeite quando acorda e outra antes de dormir + jejum de 24hrs a cada 72hrs + assistir VT no premiere logo que chega do est√°dio + canal Ultras World + LibreFighting + Operation Werewolf + comprar os artigos do Paul Waggener + Centhurion METHOD + humilliation exposure com a finalidade de criar uma crosta na sua mente capaz de desenvolver uma resili√™ncia que resiste √† humilha√ß√£o como se ela fosse nada + tomar banho descal√ßo em chuveiro de academia com ch√£o mijado + muscula√ß√£o caseira + hackear o sono + Empreender + 10 livros de auto ajuda por m√™s + PUA + Selo super f√£ da f√ļria e tradi√ß√£o + Biokinesis + 432hz music + Mexer o pau sem piscar o c√ļ + medita√ß√£o transcendental + veganismo + minoxidil para cultivar uma barba + filmografia Jason Stataham + assistir vikings + redpill + ir no cinema sozinho + treino saitama + coach qu√Ęntico + enema de caf√© + dieta lair ribeiro + agua alcalina + O M√©todo de Wim Hof + sabedoria hiperb√≥rea + artigos da Nova Resist√™ncia + Biblioteca do D√≠dimo Matos + dormir virado pra patede assoviando no escuro pra espantar o curupira + dar 3 pulinhos toda vez que levantar da cama + dizer am√©m quando um 1113 azul passar por voc√™ na rua + 100 flex√Ķes por dia + 6 meses de jelq + injacula√ß√£o guiada + sociedade thule + energia vril + chap√©u de alum√≠nio para se proteger das armas psicotronicas emitidas pela CIA + caderno de anota√ß√Ķes smiliguido + pedir a b√™n√ß√£o ao carteiro toda segunda de manh√£ + 3 horas de academia + 4 horas de corrida + mascar caf√© + exerc√≠cios penianos do Dr. Rey + maratona saga Rocky + trilha sonora saga Rocky + trilogia Mercen√°rios + filmes do Jason Statham + assoviar o hino do Palmeiras de ponta-cabe√ßa + intro do Canal do Nicola em loop + palestras do Antonio Conte + v√≠deos do Rodrigo Baltar + dicas do Gustavo Gambit + aulas de italiano + dormir ouvindo Ultraje a Rigor + ler Walden pelado na mata atl√Ęntica de madrugada + ouvir m√ļsicas em velocidade aumentada + canto gregoriano √°rabe + ensinar hino do botafogo pra calopsita + fritar comida com banha de porco + assistir videos de situa√ßoes de risco com a finalidade de se preparar para o perigo + Terapia Holistica com formandos da UFPR no Jardim Bot√Ęnico + Radiestesia para harmonizar vibra√ß√£o da casa + Metatron 432HZ no YouTube entoando a ora√ß√£o EU SOU + ler O C√≥digo da Vinci + Jesus Qu√Ęntico + Barra Fixa na pra√ßa de madrugada escutando audiolivro do Jordan Peterson na voz do cara dos Fatos Desconhecidos + grupo POPEYE AFIANDO A PIKA + MyInstants AEEE KASINAO + Memes do Fausto Silva + ler O Evangelho dos Animais + stories do Copini no Instagram + Canal SocialGames7 com Gustavo Gambit e CIA + textos de Raphael Machado (Nova Resist√™ncia) + ser ex-membro do grupo Comunismo Ortodoxo + Monja Coen + Fazer origami com papel do bis + perder dinheiro com maquina de pegar ursinho + fumar palheiro com o av√ī + quebrar palito de dente no meio depois que usar + rezar Pai Nosso em aramaico + tentar se comunicar com o ashtar sheran + virar catequista e passar Pl√≠nio Salgado para as crian√ßas + Limpeza de 21 dias de S√£o Miguel Arcanjo + arrancar a fimose comendo cu apertado de galinha caipira + Regata branca WifeBeater com cal√ßa jeans clara e bota marrom + Ingressar na legiao estrangeira + Comprar toras de eucalipto pra reproduzir o centurion method mas nunca come√ßar o treinamento + vender m√°quina de cart√£o de cr√©dito + ler os escritos do Unabomber + Escutar a discografia do Paul Waggener + ler todos os livros do Pavel Tsatsouline + ouvir rap eslavo de cunho pol√≠tico suspeito + caf√© com um cubo de manteiga dentro precedendo a primeira refei√ß√£o do dia + beber 2L de leite por dia + Stronglifts 5x5 + Dieta Cetog√™nica + Canal Jason PROJETO GIGA + Cd do TRETA + comprar torre de chopp no prensad√£o + 2 c√°psulas de Tadalafellas antes do sexo + s√≥ comprar comida japonesa importada pra dieta + comer arroz sem sal com peixe cru sem tempero enrolado em folha do fundo do mar + memes da p√°gina Dollynho Puritano + Deus Vult na capa do Facebook + acessar o dogolachan pelo computador da escola pra postar fanfic gay do Gilberto Barros + Trollar atendentes do mcdonalds no habbo hotel + ligar para o Motel Ast√ļrias perguntar quando custa a bolacha Bauducco que aparece no site + Mandar entregar pizza na Rua dos Tamoios casa n¬į18 com port√£o vermelho + cosplay de russo no Omegle pedindo pra mostrarem a bunda + Dormir imaginando uma linha pra fazer viagem astral + recitar Homero pra mendigo + tomar antibi√≥tico no caf√© da manh√£ + Meditar imaginando o raio de luz violeta que representa a energia transmutadora + Workshop Reiki do Canal Luz da Serra MULHERES TERRAPLANISTAS RALEM.
Primeiro de tudo! Vai tomar no cu, MULHERES terraplanistas! Junto com todas que me contrariaram nos √ļltimos meses falando "dur hur voc√™ n√£o sabe nada de paleontologia, vai assistir seus desenhos filipinos e n√£o encha o saco". TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! LERAM DIREITO? TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! A farsa ficou t√£o √≥bvia, que eles n√£o tem mais como esconder que TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! Alguns mais penas, outros menos penas, MAS TODOS TEM. E aproveitando no mesmo v√≠deo, N√ÉO TEVE METEORO PORRA NENHUMA! Provavelmente as mudan√ßas clim√°ticas naturais, junto com a separa√ß√£o gradual dos continentes, √© que extinguiu a mega-flora e a mega-fauna. E se teve algum meteoro, apenas acelerou o processo em uma regi√£o muito especifica. Agora s√≥ falta as ((especialistas)) e a (((Academia))) admitir que dinossauros nunca existiram e que foi tudo um erro grotesco de interpreta√ß√£o de pessoas que n√£o sabiam que caralhos eram aqueles esqueletos. S√£o apenas aves e mam√≠feros ancestrais de milh√Ķes de anos atr√°s. E antes que eu me esque√ßa, vai todo mundo que me contrariou tomar no cu!
GOSTAR DE MIM POR QUEM EU SOU E NAO PELA MINHA APARENCIA
Sério, de verdade, ser uma pessoa bonita não é fácil em nossa sociedade atual; não é só os olhares de desejo das mulheres e dos homens que me incomoda, e sim, o fato de ser só isso para as pessoas. Sou muito mais que apenas um cara bonito. Tenho qualidades além dessas, e saber que as pessoas não ligam para elas, pois estão entorpecidas de anseio pela minha formosura, me entristece muito.
Não suporto mais ser bonito. Tudo que eu queria era poder nascer de novo num corpo de uma pessoa feia, pois sério, vocês não sabem como me dói saber que por culpa de algo que nasceu em mim (a incrível beleza), serei rotulado eternamente por isso.
Eu trabalho, estudo, procuro, conheço, aprendo! Sou um ser-humano como qualquer outro e não só mais um rostinho bonito.
Pergunta antes de eu poder te namorar: Você é ocultista?
Essa é a pergunta de um milhão de dólares que raramente vejo sendo feita.
Se você ainda não for, pra se tornar minha namorada precisará ser e aqui está como fazer isso
√Č fato que a maior parte da literatura especializada ocidental acredita em Deus e Cristo, somente olhando-o por uma lente diferente. N√£o h√° um ritual que lhe aproxime de Deus, as coisas raramente s√£o t√£o simples. Entretanto, com estudo e medita√ß√£o o caminho come√ßa a ficar mais claro.
Entenda que não sou nenhum senhor da verdade, e o que te falo hoje posso descobrir ser mentira amanhã. Saiba também que um dos maiores problemas desse meio é a falta de um início claro, sendo as obras tidas como introdutórias porcarias completas. Dito isso, lhe respondo o seguinte:
  1. O caminho mais completo para se aproximar do que voc√™ quer come√ßa com no√ß√Ķes do pensamento Hel√™nico. Entenda que boa parte da vis√£o de mundo crist√£ vem da antiguidade cl√°ssica, principalmente as no√ß√Ķes de harmonia e belo. N√£o te pe√ßo para ler tudo o que j√° foi jogado ao ch√£o pelos gregos, mas saiba um pouco das origens das coisas. Tenha uma ideia b√°sica dos quatro humores gregos, e que essa √© uma das origens para atribuirmos personalidades aos elementos da natureza. Entenda um pouco dos seus deuses e Cosmos, porque eles ser√£o utilizados no futuro de forma metaf√≥rica em textos. Saiba que quando aparecer um hermafrodita em um texto especializado n√£o h√° conex√£o com desvios modernos, mas com um simbolismo mais antigo (Salvo engano, sua origem √© Plat√īnica. Mais especificamente, O Banquete, durante os discursos sobre amor).
  2. Entenda que boa parte da origem da magia ocidental vem da conflu√™ncia da cultura grega com a eg√≠pcia, incluindo a alquimia. A t√°bua esmeralda √© um texto obrigat√≥rio. Leia um pouco sobre o Axioma de Maria, A judia. Aprenda um pouco da simbologia alqu√≠mica, porque ser√° importante para voc√™ no futuro. √Č dentro da alquimia que ir√£o discursar sem final sobre a trindade (pelo menos os da corrente de Paracelso). N√£o se pretenda nenhum mestre dos espag√≠ricos, porque os qu√≠micos far√£o isso melhor do que voc√™. Entenda que n√£o havia essa separa√ß√£o absoluta entre o material e o espiritual, ent√£o os dois conhecimentos andaram juntos ao decorrer da hist√≥ria. Entenda tamb√©m que haviam escritores voltados especificamente para a alquimia espiritual, enquanto outros √† qu√≠mica.
  3. Estude a Cabala. Eu entendo que para alguns seja dif√≠cil dar aten√ß√£o √† Cabala Judaica com o surto conspiracionista chan√≠stico sobre a √≠ndole de todo um povo, mas querendo ou n√£o o juda√≠smo √© o Pai da f√© crist√£, sendo Jesus judeu. Entenda que a √°rvore da vida √© um estudo sobre Deus e suas emana√ß√Ķes, e dela vir√° uma boa parte de seu conhecimento.
  4. Leia as coisas atuais sobre o assunto. Dê atenção aos escritores herméticos, principalmente.
Ocultismo é um saco, pelo menos se você for estudar seriamente. Você pode perder a vida se tiver um projeto ambicioso como se aproximar de Deus.
Você também pode pular algumas etapas no que te falei. Sobre a parte do pensamento grego, saiba que boa parte é "dispensável". Dito isso, recomento que entenda um pouco sobre o funcionamento do Cosmos de Ptolomeu. Entenda também alguns dos símbolos planetários, porque seu entendimento irá lhe ajudar no futuro.
Pra me namorar também tem que gostar dos animes:
Akame ga Kill! Akarui Sekai Keikaku Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Criminale! Dog Style Domina no Do! Eden no Ori Evangelion Fullmetal Alchemist K-on! Naruto Shingeki no Kyojin Yu-gi-oh
Sobre assistir Yu-gi-oh; quando eu era adolescente, gostava (na época que passou na TV Globinho e era moda), mas hoje em dia não gosto mais; então não assistiria de novo.
Quanto às minhas lembranças marcantes de Yu-gi-oh:
Em 2003, Yu-gi-oh era moda e todo mundo na escola da quinta e da sexta série jogava com cartinhas piratas, já o pessoal da sétima e da oitava não se interessava. A propósito, em 2003 tiveram duas grandes modas de brinquedos baseados em animes, cartinhas de Yu-gi-oh e Beyblade. Outro brinquedo que todo mundo da quinta e da sexta série levava pra escola em 2003 depois que passou a moda de Yu-gi-oh e começou a moda da Beyblade era a Beyblade.
Outra lembrança marcante que tenho de Yu-gi-oh é que em 2003 na escola o pessoal criava suas próprias cartinhas, fazendo desenhos e estatísticas.
Fujimura-kun Mates Gantz Gou-Dere Bishoujo Nagihara Sora‚ô•ÔłŹ Higurashi no Naku Koro ni Kai: Matsuribayashi-hen Hitsugi no Chaika Ichigo 100% Ichinensei ni Nacchattara In Bura!: Bishoujo Kyuuketsuki no Hazukashii Himitsu Jigokuren: Love in the Hell Jinzou Shoujo JoJo no Kimyou na Bouken Part 4: Diamond wa Kudakenai JoJo no Kimyou na Bouken Part 5: Ougon no Kaze JoJo no Kimyou na Bouken Part 6: Stone Ocean JoJo no Kimyou na Bouken Part 7: Steel Ball Run Kaibutsu Oujo Lucky‚ėÜStar Mahou no Iroha! Mahou Tsukai Kurohime Monster Hunter Orage Mujaki no Rakuen Needless Zero Nyotai-ka Onihime VS Oretama Perowan!: Hayakushinasai! Goshujinsama‚ô™ Re:Marina Rosario to Vampire Saitama Chainsaw Shoujo Sankarea School Rumble Shingetsutan Tsukihime Shocking Pink! Shurabara! Sora no Otoshimono Sora no Otoshimono Pico Akame ga Kill! Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Dorohedoro Nekopara Pet Toaru Kagaku no Railgun Magia Record: Mahou Shoujo Madoka‚ėÜMagica Gaiden Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita.Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita. Isekai Quartet 2Isekai Quartet 2 Ishuzoku Reviewers Somali to Mori no Kamisama Eizouken ni wa Te wo Dasu na!Eizouken ni wa Te wo Dasu na! Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu.Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu. Jibaku Shounen Hanako-kun Haikyuu!!: To the TopHaikyuu!!: To the Top Darwin's GameDarwin's Game Kyokou SuiriKyokou Suiri Plunderer
PRE REQUISITO: GOSTAR DE FILMES DE FAROESTE.
IMPORTANTE: Se você gosta de filmes de super heroi, pare de ler e va se foder.
Se você é assim, fique longe de mim.
N√ÉO QUERO AS MULHERES QUE: As que falam palavr√Ķes As que fumam As que usam drogas As que postam foto com bebida Que bebem (menos ūüć∑, isso √© coisa de dama) As que v√£o para balada, festa, rave etc As que postam foto com decote ou sensuais
Há uma coisa que eu quero que você entenda sobre nós os homens.
Quando voc√™ colocar uma foto sua nua no facebook, fazendo uma pose gostosa, mostrando os seios ou como vemos em v√°rias fotos mostrando o bumbum ou deitada sedutoramente em sua cama, a √ļnica coisa que voc√™ faz √© que as pessoas tenham desejo sexual por voc√™, claro em A maioria dos casos por parte de homens.
Eu sei que voc√™ vai ficar t√£o emocionada com os 500 likes, 120 coment√°rios e as in√ļmeras mensagens privadas! Voc√™ vai querer postar cada vez mais fotos para se sentir cada vez mais no topo.
Mas há algo importante que você precisa saber:
Na verdade nenhum desses caras que gostam, comentam ou enviam mensagens privadas te ama. Tudo o que eles querem é usá-la e depois atirá-la para o lixo, para ser honesto nenhum deles a levaria para sua casa para ser sua esposa, acredite em mim, você para eles não é mais que uma menina de programa em busca de popularidade barata No Facebook.
Os homens ricos os que tem o que você procura "dinheiro" ou os pobres admiram as mulheres que se vestem com decência e se respeitam. Uma vestimenta decente que não revela muito o seu corpo, leva-os a amar e a respeitar-te, isto a simples vista nos diz que és uma mulher virtuosa, alguém a quem se pode levar para casa para ser esposa e mãe.
Isto em muitos casos diz-lhes que você foi criada com princípios morais e lhes dá detalhes do seu bom histórico familiar.
Eles n√£o se preocupam muito com a maquiagem excessiva, uma mulher digna de propor casamento sempre se distingue do monte, n√£o importa como.
Valoriza seu corpo, lembre-se que para encontrar diamantes é preciso cavar, respeita, e um verdadeiro homem vai te respeitar de um modo ou de outro.
Mas você terá muito respeito: Mulher, não mostre seu corpo no facebook, você não sabe que tipo de pessoas, venha suas coisas, você é uma mulher bela, não precisa de fotos, nem mostrar tanto, você pode conquistar com sua simpatia, com seu educación con seu sonrrisa,
As que j√° ficaram com amigos seus, ou que ficam com mais de 3 em um √ļnico ano As que n√£o trabalham ou estudam (ou que est√£o em um curso irrelevante de humanas) As que n√£o sabem o b√°sico de uma casa, como lavar, passar roupa, cozinhar, trocar fralda, etc As interesseiras As que est√£o pedindo presentes sempre As que j√° est√£o comprometidas As n√£o gostam de crian√ßas ou dizem que n√£o querem ter filhos (pessoas que n√£o querem ter filhos n√£o s√£o confi√°veis) As que tem piercing de bufalo
submitted by Helamaa to smurfdomuca [link] [comments]


2020.09.04 02:18 -Annie-san- Os meninos da minha sala e como eles quase foram arranhados por mim

Olá luba,editores,e talvez possível convidado e humanos(Talvez não humanos,nunca se sabe)
Desculpa o texto grande- Era um dia normal no INFER- quer dizer,escola maravilhosa com aqueles dem√īnios sem chifres que chamo de meus colegas. E estava bem calmo as coisas,menos para mim.
Eu passei o dia inteiro suportando os meninos da minha sala no recreio,eles tem a personalidade de uma karen,e aliás,eles ficam me irritando todo santo dia e tentam fazer o máximo possível pra que minha paciência,que já é curta por sinal,acabar. E nem tentem dizer aquele papinho de tipo,ah,eles estão fazendo isso por que gostam de você.Aquelas criaturas fazem isso com todas as meninas da sala! só que comigo é pior,por que eles aproveitam e me incomodam mais já que tenho paciência curta.
Eu estava muito estressada naquela hora,e pior,dois deles estavam na minha frente,conversando sobre como adoraram me estressar.
E como a professora saiu da sala e eu não estava dando a mínima se contassem pra professora,por que eu tenho fama de ser santa por ser a mais educada com os professores,eles nunca iriam acreditar que eu faria aquilo.
Então,basicamente,eu peguei a tesoura e apontei pro pescoço eles,e acho que só pela cara deles já dá pra saber que eles sabiam que se tentassem me irritar mais alguma vez,invés de eu só dar uns soquinhos fracos neles,eu iria simplesmente ''resolver da minha maneira.''Eu não falei nada,apenas fiquei rindo deles -w- E não era uma tesoura normal,era daquelas que cortava em ondas,naquela época aquela tesoura ainda funcionava,diferente de hoje em dia,que botei fora já que parou de cortar papel :v
Eu n√£o sei o que deu em mim naquele dia,eu normalmente NUNCA sou violenta ou brigo com os outros na escola.
Obs:eles ainda me incomodam,só que bem de vez em quando,sei que eles não querem entrar em ''problemas'',eles nem contaram pra nenhuma professora/professor.
Não se preocupem,não machuquei eles,no máximo só dei um tapa na cara deles uma vez.
Peace was never an option =)
submitted by -Annie-san- to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.18 18:24 Kusanmii_ NUNCA DEIXE AS CRIANÇAS SOZINHAS

Hola Luba,editores,turma,gatas pspsps,e todo mundo(menos 6¬įandar)tudo bom?
Hoje vou conta uma história que aconteceu nesse ano(antes da merda acontecer)e que eu só lembrei agora.
Contexto para voc√™s:a minha sala √© o pr√≥prio dem√īnio desde o primeiro ano,ningu√©m gosta da gente e n√≥s n√£o fazemos quest√£o de gostarem,sempre aprontamos com GERAL e quando levamos bronca,acaba que todo da risada(mas acaba que a minha sala tira as melhores notas;-;vai entender) e em um certo dia,estavamos na sala que era pra ser de geografia mas ningu√©m apareceu para nos dar aula(√© isso memo cagaram pra nossa exist√™ncia)e nessas UMA HORA sem aula aconteceu muitas coisas,ent segue ai os acontecimentos:
-O baile
Minha sala resolver fazer um "baile" dentro da sala,e iamos usar somente o som do celular,maaaas,ai surgiu um guri da minha sala e disse: "eu tenho uma caixa de som" e j√° viu n√©?tava um barulho alto pra desgra√ßa,mas n√£o pense que fomos 100‚ĄÖ irrespons√°veis,tinha dois "guardas" na porta da sala vigiando pra caso algu√©m viesse na nossa sala iria ativar o "alerta vermelho".
-A torre
Agora foi algo que aconteceu comigo,minha amiga e os guri do fund√£o (eu e ela somos bem na nossa,mas os guri gostam da nossa amizade j√° que somos idiotas que nem eles)e ai estavamos na nossa "reuni√£o" quando um guri disse:"e se a gente fizer uma torre de cadeira e subi?",nessa hora todo mundo se olhou e falou:"bora",pegamos as cadeiras e l√° fomos n√≥s fazer a nossa torre(que tava mais pra pir√Ęmide),e subimos um por um e quando tava todo mundo na "torre" come√ßamos a ter um surto e do nada come√ßamos a rir kkkkkkk.Enquanto estavamos brisando na torre,estava acontecendo isso:Uns meninos no canto da sala brigando,outros brincando de ping pong sem bolinha e raquetes,as meninas no outro lado da sala fazendo maquiagem,outros assistindo v√≠deo,e tinha tr√™s guris e duas guria saindo correndo pela sala,√©;-; tava um desastre kkkkk
-O "sequetro"
Um grupo de meninos foram em um garoto que estavam conversando,e ai surgiu essa conversa:
-Tu deve pra gente
-Devo nada n√£o
-Vamo resolver as coisas no "di√°logo"
Ai pegaram o guri pelo braço e arrastaram ele pra fora da sala para "finalizar" o trabalho kkkkk todo mundo tava rindo pela atuação deles e o guri gritando(e nada de chegar ninguém na minha sala)
Ai dps rolou gemid√£o dos meninos,m√ļsica mais alta ainda,outros saindo no soco,guerra de bolinha de papel,desenhos de RoLAa na quadro,livros jogados pra fora da sala e uns brotaram na janela(a sala que estavamos fica no terceiro andar,e se vc pula o muro da escola e subi pela grade de fora das janelas da pra vc visitar todas as salas maaas tem risco de tu morre;-;)ah!tamb√©m esqueci de dizer que os meninos estavam jogando avi√£o de papel e um deles acertou o ventilador que queimou kkkk e eu e minha amiga dan√ßando tico teco no meio da sala;-;
Do nada ouvimos...ALERMA VERMELHO!!!E todo mundo entrou em p√Ęnico,as cadeiras da torre cairam e fizeram um barulho enorme,e a gente correndo pra arruma tudo,os meninos sairam correndo pra pegar os livros,enquanto outros arrumavam as cadeiras e apagavam os desenhos no quadro (que n saiu tudo) tentamos pegar os papeis do ch√£o mas n conseguimos pega tudo e entra a vice diretora na sala e pergunta:
-A quanto tempo est√£o sozinhos!!!?
Todo mundo deu uma de mudo e eu tava fingindo que tava dormindo kkk
-Estamos sozinhos a quase uma hora e meia(falou um aluno l√° do fundo)
Ai a mulher surtou e ficou obsevando os estragos que fizemos na sala e dps ela xingou a gente na nossa cara mas ngm se importou pq tava todo mundo querendo rir,ai dps a professora que era pra dar aula chegou e levou bronca,e quando finalmente iamos ter aula o sinal tocou e todo mundo saiu correndo pq sabiamos que a vice diretora ia ligar pros pais de todo mundo,mas acabou que deu em nada:)
√Č isso gente,espero que tenham gostado,bjs<3
submitted by Kusanmii_ to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.14 16:30 galoccego Relato de um ex-barman

ESSE RELATO N√ÉO √Č MEU, ENCONTREI NO FACE E COMO ACHEI MUITO INTERESSANTE DECIDI TRAZER PARA O REDDIT.
Relato da internet: Parte 1 Já trabalhei como barman e observando bastante a vida dos que estavam do outro lado do balcão, tudo o que já falaram é verdade.
Entradas para as mulheres são sempre cortesias. Os homens pagam caro. E não se enganem achando que as mulheres não pagam a entrada, quem paga são os homens. Se a entrada na noite custa R$ 30,00 pra um homem, a verdade é que é R$ 15,00 masc(a dele). e R$ 15,00 femin(de alguma menina que entrou "free"). Os donos de bares jamais levam prejuízos e nada é de graça. No bar que eu trabalhava, o dono fazia "descontos" para os amigos, e usava esse argumento.
Nos bares sempre tem as bebidas originais bem guardadas, que são destinadas aos Vips. Geralmente, os alfa$. Os ricos chegam, as bebidas de qualidade vão todos para eles, e pegam mulher com o rodo. Já os pobres coitados que não são ricos, consomem bebidas falsificadas e não pegam ninguém.
Nesses lugares, o que mais vi mandar em tudo é o dinheiro. Quanto mais rico o cara for, mais mulher ele consegue. E nunca vi um alfa físico sair ganhando de um rico. A ordem de prevalências pelo que já constatei é:
  1. Ricos.
  2. Caras que tem o shape massa.
O resto nem entra, porque gordos, magrelos, baixos, pobres, etc, s√≥ levam preju√≠zo na balada. Preju√≠zo financeiro e EMOCIONAL. Quando conseguem alguma coisa, √© no final da noite com alguma fe√≠nha que foi rejeitada pelos alfas. Quando a balada est√° terminando, e aquelas meninas que foram rejeitadas pelos alfas est√£o voltando para casa chateadas com a vida, √© onde os z√© ningu√©ns conseguem algu√©m. A √ļnica chance para o cara mediano na balada conseguir alguma coisa, √© no fim dela. Pois mesmo uma vilena numa balada se sente uma rainha, e despreza todo mundo, com um ego gigantesco. Elas fazem isso porque se acham dignas apenas dos alfas. Mas quando os alfas as dispensam e a rejeitam porque acharam outra mulher mais atraente, √© um tiro bem no meio do ego dela, pois ela passou a festa inteira dispensando os medianos porque se achava digna apenas do alfa, e agora no final ela vai embora sozinha sem ningu√©m? Aqui √© onde o emocional est√° fragilizado e onde o homem mediano ter√° mais chances de conseguir alguma coisa com uma menina mediana ou feia. As bonitas, esque√ßam. N√£o tem nem como se voc√™ n√£o for alfa.
Se a intenção é pegar mulher, se for ao puteiro gastará bem menos financeiramente, não terá desgaste emocional, e o risco de pegar DST é o mesmo da mulher baladeira. Se brincar, é até menor. Se não for rico, beberá bebidas falsas, terá prejuízo, e saíra com o emocional destruído de lá, achando que o problema do mundo não te aceitar e te enxergar é seu.
Já vi muitos clientes homens medianos, indo pagar sua conta cabisbaixo, sem graças, com dois ou três amigos tudo desanimado porque vão embora sozinhos dentro um carro. E outros fingindo que só foram na balada pra curtir, que embora não tenham pegado ninguém, se divertiram e etc. O que é mito.
E tem um monte de mulher que paga de santinha falando que vai só pra curtir e ver o Dj, ou porque gosta de tal banda e etc, mas vai só pra dar toco. Não gostam de transar, não gostam de beber, não gostam de nada, só de se sentirem poderosas. Até os alfas penam nas mãos dessas mulheres em baladas.
Em baladas, o √ļnico que ganha realmente √© o dono da boate. Pois ele ganhou um lucro exorbitante nas bebidas que vendeu(porque TODAS as bebidas s√£o compradas a pre√ßo de banana, se voc√™ paga R$ 250,00 numa garrafa de whisky, pode ter certeza que ela foi comprada por R$60,00 no m√°ximo, e se for falso, R$ 20,00 ou 30,00). Para constatar isso do pre√ßo, √© bem simples, v√° um supermercado e olhe o pre√ßo da garrafa. Depois divida ele por 2. E compare com o pre√ßo que voc√™ pagou na boate. No bar que trabalhei, compravam latinhas de Antartica por R$ 1,45 no pr√≥prio supermercado, e revendiam a R$ 5,50. Quando compravamos direto da Ambev, havia longneck que pagamos 0,90c a unidade, e revendiamos a R$ 6,00 ou R$ 7,00. O dono sempre tem mulher no p√© dele, e mulher top. Ele nunca fica "desamparado sexualmente". O status do cara de ser dono de uma boate, desbanca todos os alfas.
Na minha opinião boate é um prejuízo de todas as formas possíveis, exceto para o dono. Mesmo para os alfas e ricos, é um prejuízo tanto financeiro como emocional. Pois você continua pagando pra comer a menina e se desgatando emocional fingindo interesse, competindo com outros machos e etc., mas eles não ligam, né?
Parte 2 Baladas √© tanto o puteiro para mulheres, como disseram, como tamb√©m √© armadilha para bobos. √Č bom mostrar os outros aspectos que prejudica o homem, n√£o sendo s√≥ as mulheres, para que possam ficar alertas. Todos os panfletos, as propagandas, as pulseiras de camarote, os copos e bon√©s e outros brindes... Tudo isso √© friamente pensado pelos organizadores da festa para vender uma ilus√£o enorme, de tal forma que fa√ßa o nerd jogador de minecraft sentir vontade de sair de casa e ir l√° e gastar seu dinheiro achando que vai se dar bem, de fazer a mais alta piranha sonhar que vai encontrar o Eike Batista dela l√° dentro. Observem bem na cidade de voc√™s como s√£o as propagandas, se voc√™ esquecer seu bom senso um pouquinho, voc√™ vai cair no conto de que balada √© o melhor lugar para ir e ser feliz.
Por tr√°s dos autofalantes, dos graves, do neon, daquelas pessoas fingindo ser felizes, est√° um m√°quina pronta pra sugar seu dinheiro. A inten√ß√£o √© sempre pegar o dinheiro do homem. √Č por isso que eles tamb√©m lotam de mulheres, quanto mais cheio de mulher um lugar estiver, mais homem disposto a perder tudo o que tem. Mulheres s√£o as iscas, a massa de manobra, para juntar homens fracos emocionalmente e sugarem seu dinheiro. Em uma an√°lise bronca, pode-se dizer que boate √© uma das coisas mais anti-homem j√° criadas. Porque ela nunca prejudica as mulheres de fato, somente homens. Pois mesmo as mulheres sendo apenas iscas, elas ganham emocionalmente e ganham a chance de encontrar um bobo para ser provedor (e acreditem, tem muito playboy que assume uma bomba dessa).
E depois que o camarada entra lá dentro, ele vai ser vampirizado financeiramente o quando puder. A vampirização emocional é só a consequência de ser bobo. Eu mesmo comprava maços de Carlton por R$ 6,50, e vendia cada cigarro picado por R$ 2,00. Eu ganhava em torno de R$ 30,00 por maço, pois na boate não era permitido vender e fumar, mas o cigarro é um símbolo de status que todo mundo lá dentro quer, até quem não fuma quer fumar pra poder ser notado, e quem se aproveitar disso... Será que é errado? Não sei. Eu fazia. Sei que quando meus maços acabavam, os caras ficavam tão fissurados que saíam da boate, iam até os postos de combustíveis, compram cigarro e voltavam. Só pra poder senta na mesa fumando. E a mesma lógica vale também as drogas ilicitas (que eu não vendia, mas quem vendia ganhava uma puta grana).
O ambiente geralmente √© t√£o baixo, que as pessoas que est√£o no camarote, com pulserinha e copo estilizados por exemplo, esnobam as pessoas que est√£o na pista. Mulher ent√£o? Elas faziam quest√£o de mostrar que s√£o apenas para os vips l√° de cima. As mulheres quando sobem para os andares superiores, elas se sentem como verdadeiras deusas. E falo isso porque, eu trabalhei no bar de camarote, e minha fun√ß√£o era apenas preparar coqueteis e servir bebidas, nada mais e tamb√©m n√£o abria nenhuma exce√ß√£o pra favorzinho. E ouvia muitos sapos de mulheres dizendo que estudam medicina ou direito, que estavam acompanhadas de fulano de tal, que eu tinha que fazer o que eles mandavam... E eu nunca fazia. S√≥ me restringia ao bar. J√° tive que chamar seguran√ßa pra me defender porque os ric√Ķes, al√©m de bobos, ainda queriam pagar de mach√Ķes e iam l√° tirar satisfa√ß√£o do porque n√£o levei algo para a mesa deles etc, sendo que tinha gar√ßom pra isso. Alias, os gar√ßons... Pobres coitados! Eram o que mais sofriam. Raramente eu trabalhei com o mesmo gar√ßom por mais de dois meses, eles n√£o aguentam. Eles chegam na mesa e s√£o ridicularizados, pelos homens que querem bancar os machoes e pelas mulheres que sentem poderosas. √Č realmente um trabalho de c√£o. A maioria dos gar√ßons(e barmans) eram estudantes, caras feios, magros, precisavam de um dinheiro extra, e faziam esses bicos. E quando topavam de servir uma mesa cheio de caras ricos, mulheres bonitas e etc... Puts. Dava d√≥. Eram motivo de piadas. Voc√™ via nitidamente o emocional dos caras destru√≠dos. Tinha que ter um emocional muito forte pra aguentar aquilo sem esmorecer. As mulheres sentiam um prazer enorme em ver outros caras pisando no pobre coitado que estava servindo elas, elas se sentiam, de verdade, deusas. Eu aposto que elas gozavam quando debochavam dos outros.
E, também, boate é um ambiente muito inseguro. Além das brigas constantes que sempre acontecem, quase dono nenhum gasta dinheiro investindo na segurança da infraestrutura, porque eles pensam que nunca vai acontecer nada na boate deles.
Parte3
Sobre DSTs, era prache eu ouvir coment√°rios de fulanas e ciclanas que tinham herpes na xota. Com tempo voc√™ vai pegando amizade com alguns caras, seguran√ßas, e as fofocas correm. Mulheres bonitas, que s√≥ frequentam camarote e s√≥ andam com os ric√Ķes e esnobavam todo mundo, tinham hist√≥rias muito cabulosas. Tinha menina que eles falavam pra n√£o deixar ela nem fazer boquete porque sen√£o o pau pegava carie. Meninas que todo matrixiano JAMAIS pensaria que fosse t√£o nojenta. E s√£o essas meninas que v√£o se casar aos 30 anos com um bobo matrixiano que jamais vai saber do passado negro dela. J√° vi alguns casais por aqui, um cara gente fina, que mal saia de casa, junto com uma menina que era verdadeiro carrapato de boate. E quando elas reconhecem a gente na rua, abaixam os olhos, ficam com medo da gente ser amigo do namorado dela e contar as coisas que viamos.
Mals o textão. Mas pra quem teve saco e quis ler, fica o relato. Se eu contar todas as histórias escabrosas que já vi e ouvi, do que a gente faz nas boates com as bebidas, enfim, é de doer os olhos. Mas tem gente que apanha e apanha e continua indo. Tenho amigos que diz que exagero muito, que eu sou revoltado e etc. Mas, as pessoas são como animais criados pro abate, são influenciados pela propaganda, sempre vão, se dão mal, passam mal, mas acordam no outro dia crente que o próximo final de semana será diferente. Enquanto isso vão só perdendo dinheiro e tempo.
Eu n√£o recomendo o cara nem ir a um pub bem light. Embora n√£o sejam um ambiente t√£o f√ļtil e banal como √© a boate, acontecem as mesmas coisas, mas apenas em menor escala e mais discretamente. Se a inten√ß√£o √© beber com os amigos, descontrair e relaxar, √© melhor queimar uma carne em casa e comprar bebidas por conta, por exemplo. Pelo menos √© minha opini√£o. Para conhecer mulheres: n√£o fa√ßa isso, meu amigo. √Č tiro no p√©.
Talvez alguém pense que essas coisas são exageros, mas é a minha conclusão da minha experiência pessoal enquanto fiz bicos de barman. E quando falo barman, esqueçam aquele esteriotipo de cara fortão, bonito que usa uma gravata borboleta no pescoço, na maioria dos casos é só gente normal fazendo bico. Esses "showmans" são outra parte da história que tem bastante privilégios por serem alfas. Eu não fazia parte dessa categoria. Pra eles as boates devem ser boas. Não era para mim porque eu sou um cara normal, e talvez por isso até pareça um butthurt. Mas é só um relato que espero que sirva de alerta. Hehe
Parte 4 Obrigado pelas boas vindas, pessoal!
Ent√£o... Sobre as hist√≥rias cabulosas, vou come√ßar contando as profissionais. Claro que existe boates exce√ß√Ķes assim como mulheres (ser√°? ), mas... Enfim. Eu tamb√©m n√£o trabalhei em clubes de t√£o alto padr√£o assim, quando eu falo que era clubes pra quem tinha dinheiro, √© porque as coisas eram muito caras. Mas, n√£o √© nada comparado a uma boate grande e famosa. hehe
Começando pelas bebidas, coisas que barmans geralmente são obrigados a fazer:
- A maioria das pessoas não bebem as cervejas completamente, pois elas esquentam rápido na mão, e sempre volta pro bar ou fica espalhado pelo lugar longnecks pela metade. No final da festa, alguns barmans despejam toda essa sobra de cerveja num balde, enfileira as longnecks e coloca funis nos gargalos, e sai enchendo elas tudo novamente. Depois colocam a tampinha e botam pra gelar. As cervejas, lógicamente, vão ficar chocas. Por isso só devem começar a servidas após 2h da manhã, por exemplo. Onde a maioria já se encontra bêbada e qualquer coisa que consumir está gostoso. Como os barmans, por cortesia, sempre abrem as longnecks para os clientes, eles nunca desconfiam das tampas frouxas. Não fiz muito isso, mas já trabalhei em um local e uma festa ao ar livre que fez. Não era prática diária comigo.
- Os sucos naturais, não são naturais. Muita gente pagava o preço por um coquetel feito com o suco da laranja exprimida na hora, mas tudo era somente suco de saquinho(tang ou o mais barato que tiver) batido no liquidificador. Ele fica consistente e espumoso como um suco da fruta. Restaurantes também fazem essa jogada. Um copo de suco "natural" de 200ml era R$ 4,50, por exemplo. O saquinho tang que fazia 1l no liquidificador era 1 e pouco.
- As tequilas sempre saíam em dose, e as garrafas sempre ficam com o barman. Reaproveitamos sempre a mesma garrafa, enchíamos ela um pouco menos da metade de whisky vagabundo ou falsificado, e completávamos com pinga vagabunda. Sacudiamos e vu a la! Tinhamos uma tequila ouro José Cuervo. Como a maioria das pessoas não conhece gosto de nada, pagam R$ 15,00 numa dose de 50ml que custou apenas, no máximo, R$ 5,00 pra fazer. E pior: muitos ainda elogiavam. xD
- Tinhamos um tónel, que se dizia vender cachaça artesanal. Cada dose de 50ml era R$ 6,00. Mas sabe o que tinha lá dentro? Pinga barata de R$ 3,00 o litro. Aquelas 51, 21, 31...
- Os whiskys que servíamos no bar, sempre eram tretas. Muitas vezes a gente fazia aquele lance de encher a garrafa de coca-cola com whisky barato e acoplar ela na boca de uma garrafa de Red Label e mandar o o whisky vagabundo pra lá. Essas geralmente são as que ficam penduradas no dosador de garrafa invertido. Numa festa com umas 3 ou 4 caixas de whisky, tinha no máximo 3 ou 4 garrafas realmente originais, guardadas para os magnatas.
- Quase sempre a gente recebia ordens pra marcar coisa a mais na comada do cliente, se ele parecesse que estivesse muito bêbado. Quando eles iam pagar, sempre ficavam muito putos com as meninas que trabalhavam no caixa, mas, então o gerente jogava aquela onda de que ele emprestou a comanda pra alguma mulher, que ele não lembra, se a coisa aperta muito já vinhas os seguranças intimidar, no final o cara sempre pagava. Não tinha jeito.
- As por√ß√Ķes nunca jogavam fora. J√° vi cozinheira tirando cinzas de cigarro de um resto de por√ß√£o de batata e guardando as batatas pra usar com outra pessoa que comprava por√ß√£o.
Tomem bastante cuidado, porque vocês nunca vão saber o que realmente estão consumindo. Isso não vale só pra boate, vale pra restaurante, lanchonete, casa da vó etc.
Também existia alguns esquemas de lavagem de dinheiro, eu não sabia muito sobre isso, só ouvia a respeito. Mas alguns eventos em fazendas particulares, reunia bastante magnata e alguns amigos afirmavam que rolava um esquema de lavar dinheiro tenebroso. E que muitas boates são usadas pra isso. Sobre isso não posso afirmar com certeza, isso foi só um boato que eu ouvia e acreditava, por tudo o que eu já presenciei lá.
Para atrair homens para festa, o promoter dava brindes, cortesias e at√© dinheiro pra algum grupo de meninas fazer volume na porta da boate. J√° dava as instru√ß√Ķes para elas irem super maquiadas, roupas curtas e ficarem bem vis√≠veis. A panfletagem nas ruas e nas faculdades, era sempre feito por meninas bonitas e com roupas curtas. O pr√≥prio promoter que cuidava da casa, fazia uma propaganda ferrenha no Facebook. Pra cada 5 mulheres que ele marcava no post, ele marcava 1 homem, por exemplo. E pedia pras meninas confirmarem presen√ßa no evento divulgado no Facebook. Tudo isso pra dar a impress√£o que naquela festa tem mais mulher do que homem.
Parte 5 Então, o homem escravogina, solitário e carente, via aquele harém pela baguetala de R$ 30,00 o ingresso... Era casa cheia na certa. Uma vez lá dentro, o cara até parcela a consumação no cartão de crédito. A maior dificuldade é sempre fazer o homem entrar na boate, porque depois que está lá dentro, já era.
Um pouco do lado obscuro:
As mulheres nunca me cantaram no balc√£o com um real interesse em mim. Geralmente, aparecia uma mediana que estava de favor na festa, jogar um charme pra tentar descolar um drink de gra√ßa. Como eu n√£o dava, sa√≠am nervosas e davam chiliques. Mas alguns colegas davam, e s√≥ ganhavam um sorrisinho de volta e a menina nem voltava mais no bar, sen√£o pra tentar pegar outro drink na faixa. Mas para meus colegas, aquele sorrisinho era sin√īnimo de um casamento. kkkkk
Elas sempre pediam para o acompanhante delas levantar e buscar bebida no bar, jamais ela ia sozinha ou ia junto com ele. E nesses momentos, esses prazos de 5 e 10 min, é onde ela flertava com muitos outros homens. O cara saia da mesa para buscar mais bebida para ela, e ela levava aquelas bulinadas do cafa de leve, pra elas era como se estivessem numa sauna greco-romana.
Banheiro de deficiente f√≠sico sempre foi usado como quarto de sexo. Isso era un√Ęnime em todas casas que trabalhei e eventos que fiz, era s√≥ jogar um "caf√©" na m√£o do seguran√ßa, que o pr√≥prio seguran√ßa vigiava a porta pra n√£o deixar ningu√©m interromper a trepada. Aqui era onde muito cara com f√≠sico bom e pouca grana, algumas vezes ganhava a noite. Ele n√£o precisava de carro, nem de levar no motel, nem nada, torava a menina na l√° no banheiro e s√≥ dava uma gorjeta pro seguran√ßa. Havia vezes que garotas de programas trabalhavam discretamente nos eventos, em parceria com os seguran√ßas. Elas davam uma grana pra eles, e ela fazia o trabalho. A mesma menina, que nem parecia puta, √°s vezes transava com 3 ou 4 cara na mesma noite, sem ningu√©m nem desconfiar que rolava uma fita dessa l√° dentro. Mas como nada fica discreto pra sempre, come√ßou querer haver CONCORR√äNCIA, outras meninas tamb√©m queriam, e a√≠ come√ßou virar bagun√ßa at√© que o dono deu um jeito de cortar amea√ßando os seguran√ßas de demiss√£o.
Muita gente FINGIA ficar bêbada pra ter desculpas para fazer merda. Isso eu via muito, e a maioria sempre era mulheres. Elas subiam na mesa, faziam danças sensuais, ligavam para ex, pegava no pinto do caras, traiam os namorados, enfim, fingindo completamente que estavam bêbadas. Eu sabia que era fingimento, porque eu tinha um certo controle de quem bebia no bar, dava pra saber o quanto a pessoa consumiu e tinha menina que tomava duas cervejas e começava a fazer merdas, só pra ter um monte de cara endeusando elas e poder fazer uma putaria "sem culpa". E quem fica bêbado com duas cervejas? Mas tinha muito idiota que caía.
Certa vez, trabalhei em um evento que veio uma Dj que era da Espanha, sen√£o me engano. N√£o lembro o nome, mas era uma menina baixinha com trejeitos de sapat√£o, cabelos raspados do lado e tran√ßas onde tinha cabelo. Quem √© mais ligado em m√ļsica eletr√īnica deve saber o nome, eu n√£o lembro. (Ela √© aquele tipo de dj desconhecido no pa√≠s onde mora, mas quando vem pro Brasil, faz sucesso, porque brasileiro √© lambe-saco de gringo.) Eu sei que foi um evento que todo mundo quis ir, mas o lugar estava lotado, ingressos caros e etc. Havia uma menina que estava l√° dentro, mas queria passar mais cinco amigas pra dentro da festa na faixa. O seguran√ßa n√£o deixava. At√© que uma delas ofereceu um boquete pra ele. N√£o foi nem o cara que pediu. A pr√≥pria menina ofereceu. Obviamente, ele n√£o recusou. Deram um jeito de ir pro estacionamento da fazenda e mandou ver. Entrou as cincos. Depois vi essa mesma menina beijando um playboy na mesma festa, o que me embrulhou o est√īmago. E com o tempo, ela foi ganhando fama de boqueteira entre os seguran√ßas, ent√£o toda festa grande, os caras quase saiam no tapa pra decidir quem ia ficar na portaria, porque j√° sabiam que ela ia aparecer por ali. Afinal, ela n√£o tinha grana e n√£o tinha jeito de entrar, mas queria estar no meio dos playboys. E ela virou figurinha marcada mas depois sumiu. Um belo dia, num pubzinho, eu tava na porta conversando com os seguran√ßas, ela me desce do carro de m√£os dadas com um playboy. O seguran√ßa cumprimentou ela, e ela fingiu que n√£o conhecia(sendo que ela tinha um passado negro com ele). Cumprimentou apenas o dono do pub e falou que agora estava noiva do fulano de tal. O cara tinha grana, a julgar pelo carro que ele tinha na √©poca. E depois nunca mais v√≠amos ela nas festa, e quando ia, ia acompanhada dele.
Que fique claro que não estou querendo criar ódio por boates, é só um relato do que vivenciei. O cara que quiser ir, não se prenda no que eu falo não, só fique atento. Hehe
Parte 6 Fico feliz em saber que tem alguma utilidade minhas observa√ß√Ķes. √Č impressionante o que voc√™ enxerga por tr√°s das coisas somente observando. Nem precisa ser clarividente. hehe
Com o decorrer do tempo vou dando um up aqui com as histórias banais.
Mas acho que o mais importante que eu queria ter compartilhado com voc√™s a respeito das boates, era a quest√£o de como fraud√°vamos bebidas. Porque isso √© algo que prejudica a sa√ļde dos consumidores a longo prazo, e al√©m de pagar caro por algo que voc√™ nem sabe o que √©. √Č algo que me arrependo de ter feito, embora fosse meu trabalho, ent√£o eu sempre tento alertar as pessoas que v√£o em boates para ficar espertas nesse sentido.
As hist√≥rias das per√≠cias femininas s√£o coisas bem baixas, praticamente hist√≥rias de filmes porn√īs. Mas nada diferente do que acontece fora da boate, tamb√©m.
Eu achava mais interessante o comportamento masculino do que o feminino, e aprendi muito observando caras que estavam ca√≠dos, usando a tal l√≥gica reversa. Por exemplo, nas festas acontecem muitas frustra√ß√Ķes, e na minha condi√ß√£o de barman, muitas vezes acab√°vamos fazendo um papel de ouvinte e psic√≥logo. Muitos homens bebem para amenizar as dores, e quando encontram algu√©m para ouvir os problemas deles, os caras desabam. Geralmente, esse algu√©m √© o barman, o gar√ßom... Ningu√©m do outro lado do balc√£o, nem os pr√≥prios amigos do cara, o acolhem nesse momento. E aqui vivenciei muitas situa√ß√Ķes constrangedoras, de caras enormes de tamanho, chorando feitos beberr√Ķes na minha frente. Era engra√ßado, porque eu sou um cara pequeno e mais duro emocionalmente do que eles(que em teoria, pareciam ser os caras mais frios do mundo) . hehe
Eu n√£o podia fazer muita coisa a n√£o ser ouvir e guardar aquelas hist√≥rias como experi√™ncias. Eu praticamente nunca consegui ajudar nenhum cliente. Todos eles queriam ouvir que a esposa era exce√ß√£o, que mesmo tra√≠dos deveriam dar segunda chance, que ele era o errado da hist√≥ria, etc. Nenhum aceitava qualquer ponto de vista diferente em que a sua companheira fosse uma pessoa ruim. E √°s vezes, discutiam comigo defendendo a esposa ap√≥s eu aplicar pequenas inje√ß√Ķes de real. Mas com tempo percebi que era in√ļtil tentar salvar algu√©m, porque existe homens que se acomodaram a viver numa lama emocional que tem at√© medo de sair dali. Eu no m√°ximo consegui algumas amizades, que me ajudaram depois a arranjar outro emprego melhor, mas, os caras infelizmente vivem a mesma vida que levavam, com migalhas emocionais, dores profundas e um depress√£o que eles tentam abafar com bebida, gerando lucro pra algu√©m que se aproveita da fraqueza emocional desses mesmo caras.
Acho que se o cara assimilou bem a real, √© esperto, tem uma grana pra gastar que n√£o vai fazer falta, tem problema nenhuma ir em boate. O √ļnico problema que vi mesmo √© o cara pobre que se endivida achando que vai ter sexo f√°cil ou o ingenuo que vai achando que vai encontrara mulher da vida dele l√°.
submitted by galoccego to brasilivre [link] [comments]


2020.07.03 22:42 fazumquibi QUANDO FUI ASSEDIADA PELO NAMORADO DA MINHA AMIGA NO √ĒNIBUS A CAMINHO DA FACULDADE

Ol√° Luba, espero que esteja tudo bem contigo, ol√° editores espero que estejam bem, ol√° gatas, resto de papel√Ķes, microfone, porta e computador, come√ßo perdido perd√£o pelos erros de portugu√™s. Em 2019 eu com meus 17 anos estava iniciando minha jornada na faculdade, escolhi fisioterapia, eu queria que minha amiga fosse no √īnibus comigo e me levasse at√© minha sala, sim sou insegura a esse n√≠vel, acabou que o namorado dela pegaria o mesmo √īnibus que o meu, semanas se passaram e ele ia sentado ao meu lado, sem conversar, cada um ouvindo m√ļsica em seu fone, at√© que um dia ele me perguntou se eu via animes e eu falei sobre attack on titan e outros animes que j√° vi, ele come√ßou a conversar comigo sobre animes, jogos de computador, sobre os v√≠deos do Luba e outros youtubers, eu via os v√≠deos do Luba no √īnibus, um dia ele me pediu se poderia ver comigo, eu me odeie por n√£o dizer n√£o, mas eu n√£o consigo dizer n√£o para as pessoas, ele passou a me comprar doces (ele trabalha em uma loja de doces), eu tentava negar mas ele dizia que eu iria sentir fome durante as aulas e colocava o doce na minha m√£o, o mesmo contava tudo da vida dele e da namorada, que iriam se casar e essas coisas, uns meses depois, est√°vamos ele e eu indo para a faculdade como sempre, mas eu estava ouvindo m√ļsica e ele sem fazer nada, mas ele simplesmente passou a perna por cima da minha, eu me senti horr√≠vel com isso, mas ele ainda teve a aud√°cia de passar a m√£o na minha coxa, eu quis chorar nessa hora, ele chegou perto do meu ouvido e disse " esse √© nosso segredinho t√°?", bom depois disso fui para a sala e digitei no celular o que aconteceu para a minha amiga, quando ela chegou mostrei pra ela e comecei a chorar, logo depois liguei para minha m√£e e meu pai foi na faculdade me buscar depois da aula, o assediador me ligou perguntando se eu n√£o ia no √īnibus e eu s√≥ desliguei na cara dele, em casa eu chorei demais, n√£o consegui dormir, fiquei acordada a madrugada inteira, peguei meu celular e fui no chat com a Bars ( a namorada do babaca l√°), disse tudo o que tinha para falar, ela me perguntou v√°rias coisas e depois n√£o me respondeu mais, um tempo depois me mandou uma mensagem de que n√£o queria me encontrar na faculdade pois quando ela estava brava ela vira outra pessoa, minha m√£e entendeu essa mensagem como uma amea√ßa e perguntou se eu n√£o queria ficar em casa, mas eu fui pois tinha mat√©ria importante, nesse dia na facul eu esperei minha amiga no port√£o e gra√ßas a Deus n√£o encontrei com a maluca possu√≠da, eu esqueci desse assunto e tentei n√£o me culpar, eu nunca quis que isso acontecesse, somente tinha feito um amigo no √īnibus, mas ele queria algo a mais aquele nojento, nesse ano em fevereiro eu comecei a fazer aula de Zumba e a Bars tamb√©m, ela come√ßou a falar comigo e eu tentei esquecer que ela me amea√ßou, mas ela n√£o parecia ter engolido aquele assunto j√° que queria que eu fosse at√© sua casa conversar com seus pais porque segundo ela, os seus pais n√£o gostam de mim pelo que "eu" fiz, eu s√≥ disse que n√£o tinha nada para falar sobre aquilo e ela parou de falar comigo, a mais ou menos dois meses atr√°s uma amiga dela que √© minha amiga tamb√©m me disse que eles terminaram o namoro, segundo uma prima do namorado assediador, ele era muito safado para o lado das meninas e tinha fama de pegador, n√£o se como pq ele era bem feio, para ser gal√£ e pegador no m√≠nimo precisa ser o Luba, enfim essa foi minha hist√≥ria, n√£o me sinto mais mal por isso, mas gostaria da sua opini√£o sobre Lubisco, te amo, amo os editores, que Deus aben√ßoe as suas gatas e todos voc√™s <3
submitted by fazumquibi to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.17 17:53 LoliDeTaubate //Quem é o babaca: Halloween version//

Ol√° Luba, editores e turma que est√° a ler, hoje vou compartilhar uma hist√≥ria em que uma menina (vamos chamar ela de J) que sempre se disse minha amiga causou uma situa√ß√£o constrangedora por um motivo bobo (e depois julgue quem foi o babaca). Foi assim: Eu estudava com a J e no come√ßo do ano (quando eu conheci ela) n√≥s n√£o nos d√°vamos bem, pois eu tenho uma melhor amiga que mora literalmente do lado da J, e ent√£o a J come√ßou a roubar a minha melhor amiga de mim, ent√£o elas ficaram insepar√°veis e a minha best acabou esquecendo de mim. Mas depois de um tempo, a J resolveu virar minha ‚Äúamiga‚ÄĚ tamb√©m, e confeso que foi bom enquanto durou. Mas agora sim vou contar a parte principal da hist√≥ria... Era Halloween e uma amiga da minha m√£e iria fazer uma festa e deixou eu convidar 3 amigas, eu convidei aquela minha melhor amiga e as outras vamos chamar-las de Carls e Fulana. N√≥s √≠amos para a festa direto depois da escola (estudo de tarde) e como eu era boba n√£o queria fazer com que a J soubesse que eu n√£o tinha convidado ela para festa ent√£o pedi que minhas amigas dissessem que estavam indo para uma festa de algu√©m que n√£o fosse eu (ps: elas estavam com uma mala com roupas por isso pedi para elas despistarem a J). Okay, chegou a hora de ir para minha casa para se trocarem, eu pedi para minhas amigas n√£o tirarem fotos e nem fazerem stories de nada da festa nem delas, todas concordaram tirando a Carls que √© bem teimosa, (por conta disso nossa amizade desgastou) ela ficou tirando fotos e fazendo stories e como eu vi isso, mandei ela postar fotos s√≥ dela e desativar os stories para a J, s√≥ que ela postou uma maldita foto que eu saio no fundo, n√≥s tamb√©m esquecemos de desativar os stories para a m√£e da J que segue a Carls. Mas quando a Carls come√ßou a postar coisas, as outras tamb√©m come√ßaram. A festa estava muito boa, at√© que bem no finalzinho a minha melhor amiga recebe um √°udio assim: ‚ÄúEu sei que voc√™ est√° na festa com a Larls (eu) a Carls e a Fulana‚ÄĚ, a gente s√≥ ficou em choque pensando o que iriamos dizer, a√≠ ela come√ßa a me mandar mensagem, que n√£o vou poder mandar print pq foi s√≥ √°udio. Ela primeiro come√ßou a me culpar, dizendo que eu era uma p√©ssima amiga, que ela fazia de tudo por mim, que eu era uma ingrata mentirosa, e eu s√≥ sabia pedir desculpas e mais desculpas pq eu considerava muito ela e n√£o sabia o que dizer; depois ela resolveu pedir desculpas dizendo que na verdade a culpa era dela, pq ela tava se intrometendo de mais e que a gente devia mesmo era se divertir, eu besta ficava falando que na verdade a culpa era minha e que ela n√£o precisava pedir desculpa, at√© ela ficar brava e mandar eu parar de pedir desculpas e ela n√£o respondeu mais minha mensagens. O finalzinho da festa ficou com um clima mega estranho. No dia seguinte parecia que nada tinha acontecido, por um bom tempo ningu√©m tocou no assunto. At√© que mais ou menos um m√™s depois, a J que adora mandar indiretas no meio da aula grita no meio de uma aula que era para fazer um poema, que iria fazer um poema sobre 4 meninas que n√£o convidaram ela para o Halloween, olhando pra nossa cara. Isso foi uma das coisas mais sem necessidade que eu j√° ouvi. Mas essa n√£o √© a pior hist√≥ria que envolve ela, a J j√° fez com que eu e minhas amigas fossemos acusadas de fazer bullying com ela (mas isso √© hist√≥ria para outro dia). Hoje em dia quando a J mandasse mensagem eu s√≥ iria mandar ela a merda. Alguns meses depois a J convidou a Ciclana (minha melhor amiga) e a Fulana para dormirem na casa dela, eu fiquei morrendo de raiva pq eu sabia que foi por vingan√ßa, pois no dia seguinte a Ciclana e a Fulana me disseram que a J afirmou que foi por vingan√ßa a mim (pq na √©poca eu ainda gostava dela) e disseram que na casa dela foi muito chato pq a J ficou as obrigando a ver uma s√©rie que elas n√£o gostam. Essa hist√≥ria j√° faz quase um ano e hoje em dia n√≥s n√£o falamos mais com a J pq se a gente se sente mal perto dela, √© s√≥ ficar longe. √Č isso lubinhaa! Agora julgue, quem √© o babaca da hist√≥ria. Beijos e <30
submitted by LoliDeTaubate to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.09 17:52 Snow_Cokkie Elemento X

Olá Luba, Editores, Turma que está a ver e outras coisas que as pessoas dão oi que eu nem lembro mais Hoje vou contar uma história sobre como uma menina que eu admirava se tornou alguém péssimo. Porém, esse é um Im I the Asshole? Por que eu agi de uma forme que eu super não concordei depois, e agora estou em duvida. Mas enfim, vamos começar. Podem me chamar de Cokkie ou de Coki, e nessa história temos 3 personagem além de mim, o mais importante vamos chamar de Cupido, o segundo vamos chamar de Chefia e o terceiro de Elemento X.
A quase 3 meses eu comecei a participar de uma comunidade de escritores jovens, e lá conheci 3 amigos, o Chefia (Apelido dele para mim) a Cupido (Nick dela) e também o Elemento X, mas eu sempre conversei mais com o Elemento X, ainda mais por que eu estava escrevendo uma história com ela na época. Um dia normal eu estava vendo meu Whats e vejo que o Elemento X tinha postado um status xingando alguém que ela não revelou o nome, e eu me lembro claramente das palavras (tinha prints, porém mudei de celular e agora não tenho mais.) "Mano que saco sério, essa garota é insuportável!", "Sabia que nenhum dos seus amigos realmente gostam de você?! Todo mundo te acha uma vaca, tóxica e gorda" e o ultimo dizia: "Você vai odiar os personagens que eu mais gosto apenas por que você é uma tóxica" ou coisas do gênero. E claro, eu fiquei preocupada, e mandei uma mensagem perguntando se estava tudo bem ou se alguém tinha irritado a garota, as quais ela simplesmente ignorou.
O que ocorreu é que a Cupido falou para o Elemento X que ela não gostava de certos personagens pois a Elemento X era muito Baba Ovo com eles e todos mimavam eles, além de que eles não tinham uma história muito boa. E isso foi o suficiente para deixa-la extremamente... exaltada.
Pouco tempo depois eu liguei para o Chefia, para a Cupido e um outro personagem que não é relevante pra história, mas vamos chama-la de "C". Nessa ligação as 4 pessoas tiraram print do ícone de ligação e o nome das pessoas que estavam na call e postaram no Status, apenas de piada interna. E a primeira pessoa que viu esse status foi o Elemento X, e ela me mandou as seguintes mensagens:
Mas ela é a melhor amiga do Chefia, eu não posso fazer isso.>
O Chefia é meu melhor amigo e tals, vai ser meio rude fazer isso com a melhor amiga dele>
Foi algo mais ou menos assim, e logo depois disso ela ficou esquisita, e eu ouvi a Cupido chorando na liga√ß√£o, e de repente ela tem um ataque de p√Ęnico. Ela ficou sem ar por quase 1 minuto e o Chefia j√° come√ßou a ficar preocupado. Depois quando ela se acalmou ela mandou uma mensagem no grupo que tinha eu o Chefia a Cupido e a C, e na mensagem dizia:
Isso é tudo que eu lembro das mensagens.
Meu sangue subiu nessa hora, o Chefia mandava que a Cupido apagasse o n√ļmero do Elemento X e que bloqueasse ela da comunidade de escritores, enquanto C acalmava a Cupido e eu digitava palavras maldosas para o Elemento X, eu lembro apenas de algumas como "Voc√™ est√° zuando com a minha cara?" ou "Isso n√£o se fala pra ningu√©m sua puta arrogante" E coisas assim.
Eu a bloqueei e deletei o n√ļmero, tirei o cr√©dito dela da hist√≥ria que ela "escrevia" comigo j√° que ela mal escrevia e s√≥ corrigia os poucos erros ortogr√°ficos e as pontua√ß√Ķes que ela achava que n√£o eram necess√°rias, ainda mais por que eu sou bem fresca com pontua√ß√Ķes quando escrevo. Algumas horas depois ficamos sabendo que as amigas do Elemento X criaram um grupo para xingar a Cupido e falar o por que que ela estava errada sobre a hist√≥ria do personagem, e tamb√©m uma amiga da Elemento X falou que era tudo uma brincadeira e que deu nisso.
Depois disso fiquei me sentindo culpada por xingar a Elemento X sem deixar ela argumentar depois, e ir logo apagando o n√ļmero dela e tals.
Então Lubinha, eu fui babaca em xinga-la e permanecer com a história para mim? Devo pedir desculpas?
View Poll
submitted by Snow_Cokkie to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.03 01:25 epilef_backwards Sobre Boku no hero e shounens.

Um objetivo sem planos é chamado de delírio.
Um dos desafios ao revisar um shounen √© entender at√© que ponto podemos relevar certas coisas tendo em mente que o anime foi feito apenas para vender. A hist√≥ria √© bem √≥bvia: os shounens explodiram na √©poca de 90 com Naruto, DBZ, CDZ, bleach, entre outros, fato que fez que muitos outros shounens come√ßassem a serem lan√ßados seguindo os princ√≠pios dos que estavam em alta. Isso significa que, embora os primeiros shounens famosos j√° usassem clich√™s, tais clich√™s ainda n√£o eram clich√™s no mundo dos animes porque n√£o haviam tantos animes que o usassem. Em outras palavras, √© por causa do sucesso estrondoso desses shounens que boa parte dos seus sucessores utilizaram as suas principais caracter√≠sticas (personagens piadistas, tramas simples por√©m que podem ser prolongadas por tempo quase indeterminado, personagens secund√°rios aparecendo basicamente todo epis√≥dio e todos os demais clich√™s do g√™nero). E isso fala muito sobre o problema geral desse tipo de anime: essencialmente, 90% deles possuem os mesmos elementos narrativos e se diferenciam apenas pela maneira como eles desenvolve (ou n√£o) esses elementos. √Č claro que existem elementos b√°sicos para o anime ser considerado do g√™nero, por√©m obviamente n√£o s√£o desses que eu falo. Existe a possibilidade de fazer um shounen sem se importar apenas com combates (usando poderes m√°gicos ou nao) escatol√≥gicas (dicas pessoais: fullmetal alchemist brotherhood, Hunter x Hunter, Noragami e Haikyuu!!). √Č claro que nem todo anime de shounen vai ser um transformers em vers√£o de anime, no entanto, ningu√©m se refere a shounen como sendo no sentido de "ser feito para adolescentes". Ao menos neste texto esse sentido real n√£o ser√° utilizado.
E falando sobre shounens, o texto que est√° sendo escrito ir√° comentar sobre um dos mais famosos dos √ļltimos 10 anos: Boku no hero academia. Bem como os demais textos, vou trazer uma vis√£o unicamente cr√≠tica sobre o show, ou seja, o valor de entretenimento em nada conta para esse review. Vamos l√°.
Bem como quase todos os shounens existentes, BNHA apresenta problemas narrativos. A premissa √© a mais simples poss√≠vel: pessoas come√ßaram a nascer com poder do nada e, nos dias atuais, quase todos apresentam poderes. Quase todos, claro, excluindo o protagonista, o qual mais do que qualquer um sonha em ser um her√≥i (mesmo que sem poderes). Essa trama n√£o √© de nenhuma maneira inovadora ou brilhante, contudo, cumpre com o papel com o "potencial para infinitos epis√≥dios" que eu mencionei acima. Tampouco n√£o somente o anime n√£o inova de maneira nenhuma no que a trama como ele n√£o inova no uso dessa trama. Simplesmente temos o personagem mais clich√™ poss√≠vel com o desenvolvimento mais clich√™ poss√≠vel dentro da trama mais clich√™ poss√≠vel. √Č importante ressaltar, antes de ir mais a fundo no show, que sim, eu sei que a primeira temporada √© mais lenta e com menos cl√≠max do que as demais porque os produtores pensaram em continuar a obra, por√©m isso n√£o serve como desculpa para nada. Um anime com previs√£o de ter uma segunda temporada √© diferente de um anime separado em 2 cours. √Č claro que eu n√£o analiso somente a primeira parte de Asterisk war, porque justamente a hist√≥ria foi separada em dois apenas para condizer com o tamanho padr√£o dos animes. No caso de BNHA, as temporadas s√£o independentes e, portanto, podem ser analisadas de maneiras individuais. E sendo bem sincero, nem considerando que ele foi dividido em dois eu consigo ajudar muito esse show.
Contudo, o in√≠cio do anime engana bem o espectador. Por alguns epis√≥dios eu realmente acreditei que poderia presenciar um shounen mais focado no significado de ser um her√≥i ao inv√©s de um plot completamente rushado, sem gra√ßa e, novamente (sim, eu vou repetir muito essa palavra), clich√™. Essa anima√ß√£o minha, por assim dizer, veio por duas principais raz√Ķes: o bom trabalho de criar um la√ßo entre o espectador e o personagem principal e o potencial de unir a ideia de "o qu√™ significa ser um her√≥i" com o fato de o All Might apresentar esse tipo de pensamento.
O primeiro ponto foi o melhor trabalho da obra. Rapidamente somos ambientados √† vida de Midoriya e o seu sonho de ser um her√≥i. A dire√ß√£o faz um trabalho sagaz no uso constante de flashbacks ao inv√©s das exposi√ß√Ķes baratas comuns do g√™nero. Mesmo que seja um passado comum a esse tipo de personagem, compramos os sentimentos do Midoriya como sendo os nossos e isso faz que, mesmo no primeiro epis√≥dio, j√° torcemos pelo personagem. Contudo, essa empolga√ß√£o acabou com o "treino" dele, mas j√° irei falar sobre esse "treinamento".
O segundo ponto foi algo completamente desperdiçado pela obra (ao menos na primeira temporada). Isso porque a filosofia do "ser um herói" é o que mais apresenta potencial nesse tipo de show, e isso poderia ser muito bem trabalho pela visão do All Might ao longo do treinamento do personagem principal, sobretudo porque ele mesmo aparenta ter uma visão diferenciada sobre o que significa ser um herói. Infelizmente, o anime não aproveita esse potencial e corre às cenas clichês de escolas de heróis e o usual rush no plot.
Lembram do treinamento? Eu costumo pensar que a qualidade de um shounen √© definida na aten√ß√£o dada ao treinamento do personagem principal (ou ao que quer que seja que desenvolve e aprimora os poderes do personagem principal). Se o anime utiliza o treinamento s√≥ como formar de fazer piadinhas e tiradas do protagonista tendo problemas no treino e esquece do que realmente significa um treino para um her√≥i, existem consider√°veis chances do anime s√≥ permanecer no b√°sico do b√°sico do g√™nero. Isso porque a maneira como o roteiro lida com o desenvolvimento do personagem mostra muito da maturidade (ou falta dela) do roteiro. Em outras palavras: se o roteiro n√£o se importou com a parte mais rica e com maior potencial de desenvolvimento, ao menos inicial, do personagem, muito provavelmente ele n√£o vai se importar com esses fatores no resto do show. E √© exatamente isso que acontece em BNHA. O treino do Midoriya √© utilizado para dois principais fatores narrativamente falando: para ele conseguir chegar em um ponto no qual ao menos possa utilizar parte dos poderes do All Might e para n√≥s, espectadores, criarmos um v√≠nculo com o personagem, j√° que o mesmo est√° se esfor√ßando e se provando a cada dia. O problema √© que √© imposs√≠vel haver uma seriedade e uma liga√ß√£o entre n√≥s e o personagem se o roteiro e a dire√ß√£o colocam uma piadinha a cada 15 segundos e, inclusive, em cenas importantes do ponto de vista da forma√ß√£o da conex√£o entre n√≥s e o Midoriya. Al√©m disso, essas piadinhas completamente desnecess√°rias desmoralizam o personagem e nos fazem pensar mais que ele √© apenas um chor√£o do que algu√©m que passou por um treino intenso durante 10 meses. E voc√™, leitor, sabe o motivo? O motivo √© o principal problema envolvendo a evolu√ß√£o dos personagens em shounens: eles s√≥ desenvolvem m√ļsculos e habilidades. Quero dizer com isso √© que n√£o existe apenas transforma√ß√£o f√≠sica. Um treino pesado e focado cujo objetivo √© alcan√ßar o seu sonho como o praticado pelo protagonista NECESSARIAMENTE altera a sua maneira de pensar, a sua maneira de agir e quem ele realmente √©. Isso se chama ser humano, isso se chama ser um bom personagem. No entanto, o que acontece em 98% dos casos √© que o protagonista passa por um treino intenso e que envolve N emo√ß√Ķes e ele n√£o muda em nada, ele continua como sendo algu√©m que ao olhar para o primeiro monstro fica como um covarde. Ora, o maior desafio da vida dele ele j√° enfrentou. Como pode o mesmo personagem que retirou motiva√ß√Ķes de canto nenhum, que lutou meses/anos em um treino sobre-humano, que teve que encarar suas frustra√ß√Ķes e seus medos de frente continua sendo uma completa crian√ßa? No caso de BNHA, Midoriya √© treinado pelo maior super her√≥i de todos os tempos, o qual mais √© usado pelo roteiro como Deus Ex-Machina ambulante e como fonte de piadinhas completamente est√ļpidas e irritantes, e em nada apresenta uma mudan√ßa de pensamento, atitude e em sei psic. Isso acaba com os dois pontos positivos citados sobre o in√≠cio da obra. Se, em primeiro plano, isso problematiza a rela√ß√£o entre n√≥s e o protagonista ao n√£o humaniz√°-lo, em segundo plano temos que o potencial do All Might trazer uma filosofia diferenciada sobre um her√≥i √© apagada porque o maior her√≥i da hist√≥ria √© uma crian√ßa. Por√©m, o treinamento do protagonista √© s√≥ a parte superior de um iceberg.
Logo ap√≥s o treinamento dele acabar, temos o teste de admiss√£o da principal academia de her√≥is e os acontecimentos dentro da academia. √Č claro que as situa√ß√Ķes que levam o protagonista a conhecer seus amigos s√£o as mais clich√™s poss√≠veis (sim, tem aquilo do protagonista trope√ßar e conhecer a menina. A √ļnica diferen√ßa √© que ao menos tiveram a sensibilidade de n√£o colocar ele caindo em cima de uma parte √≠ntima dela) e existem centenas de conven√ß√Ķes que me fazem parecer que algu√©m escreveu a hist√≥ria do Midoriya foi escrita para ser vend...oh, wait...
De qualquer modo, o anime segue o t√≠pico passo de um anime de escola m√°gica com os testes, acontecimentos aleat√≥rios planejados pelos vil√Ķes e cenas do protagonista e os demais personagens da obra. Falando em personagens, n√£o h√° nenhum tipo de inova√ß√£o na personalidade e na profundidade dos personagens. Em fato, retirando o Midoriya e, entre MUITAS aspas, o seu rival Bakugou, os demais personagens s√£o os mais planificados e simpl√≥rios imagin√°veis. No entanto, o roteiro apresenta um √≠mpeto inexplic√°vel de tentar dar import√Ęncia a todos os demais estudantes da classe do protagonista, fato que impede que possamos ter tempo para os personagens que realmente s√£o importantes para a trama. Sendo bem sincero, depois dos primeiros dois epis√≥dios, o que o show apresenta consiste exatamente em: 2 epis√≥dios do treinamento desperdi√ßado e a entrada do Midoriya na academia + 5 epis√≥dios de absolutamente nada, nenhum desenvolvimento de personagem, nenhum aumento de tens√£o da trama com a inser√ß√£o de qualquer perigo e muito menos qualquer tipo de discuss√£o mais profunda sobre o "ser um her√≥i" + 3 epis√≥dios de um vil√£o completamente sem gra√ßa, n√£o amea√ßador e uma luta na qual o All Might ganha na base do grito. √Č, √© literalmente isso o m√°ximo que o roteiro conseguiu fazer. O √ļnico ponto de desenvolvimento de personagem foi o Midoriya deixando de ser um completo chor√£o de um momento para o outro porque o roteiro precisava que ele fosse minimamente corajoso para enfrentar a Liga dos Vil√Ķes nos √ļltimos epis√≥dios.
Comentando sobre esses √ļltimos 3 epis√≥dios, eles falam muito sobre a obra e sobre os shounens no geral. O plot desse anime √© completamente rid√≠culo e consiste no pior problema do show. Perceba que, at√© o epis√≥dio 10, o anime progrediu um pouco em termos de trama e, embora tenha sacrificado o √≠mpeto dos primeiros dois/tr√™s epis√≥dios, conseguiu manter um clima convidativo e cl√°ssico dos shounens. At√© a√≠, era apenas mais um shounen comum. No entanto, mesmo os shounens mais descuidados e de baixa qualidade conseguem preparar minimamente o seu plot e se utilizam de vil√Ķes minimamente desafiadores. O que tivemos em BNHA foi uma aus√™ncia da prepara√ß√£o do desafio da s√©rie e a sua repentina apari√ß√£o como algo que promete que vai dar trabalho, por√©m, quando vamos ver, j√° apanhou feito cachorro de rua. Isso porque o roteiro "apresenta" o "vil√£o" da temporada da maneira mais pat√©tica imagin√°vel. Quer dizer ent√£o que a melhor escola de her√≥is do pa√≠s permite que um indiv√≠duo exploda o port√£o dela, permita a entrada de dezenas de pessoas da m√≠dia e o diretor do col√©gio termina o √ļltimo epis√≥dio com um rostinho feliz dizendo que todo mundo fez um bom trabalho? Ou ent√£o que literalmente um cara coberto de m√£os/uma criatura gigantesca com o c√©rebro para fora/quem quer que seja que tenha destru√≠do a porcaria do port√£o n√£o foi em nenhum momento questionado pela pr√≥pria m√≠dia? Ou ent√£o que literalmente o mesmo cara que destr√≥i o port√£o consegue tantas informa√ß√Ķes sobre o col√©gio que sabe a hora exata em que sua v√≠tima vai estar em certo local e n√£o h√° nenhum tipo de suspeita de espionagem ou de conspira√ß√£o contra a institui√ß√£o? Que tipo de maior escola de her√≥is √© essa que sequer se preocupa com a sua seguran√ßa e permite bandidos entrarem nela sem nenhum tipo de resist√™ncia? Mas relaxe, tem coisas piores que essa. Uma delas √© a cafonice do vil√£o. Sem nenhum tipo de profundidade ou motiva√ß√£o real, ele s√≥ n√£o √© compar√°vel com os seus capangas porque esses lembram aqueles que eram presentes nas anima√ß√Ķes americanas da d√©cada de 60 e s√≥ servem de saco de pancada para adolescentes com os poderes mais aleat√≥rios e in√ļteis imagin√°veis (s√©rio que trocentos vil√Ķes perderam para uma garota que tem um plugin no calcanhar e outra que cria uns peda√ßos de ferro do nada? Me poupe...uma coisa s√£o os vil√Ķes perderem para o garoto do gelo, outra completamente diferente √© uma cacetada de vil√Ķes que fazem parte de uma Liga de Vil√Ķes perderem para um moleque de 15/16 anos que tem um rabo de pel√ļcia...). Na realidade, eu sequer sei o motivo de estar falando sobre profundidade e motiva√ß√£o dos vil√Ķes quando o anime nem nos apresenta devidamente quem eles realmente s√£o. H√° o narrador dizendo os aspectos mais b√°sicos poss√≠veis dele e ponto, isso √© tudo que sabemos dos vil√Ķes da primeira temporada.
Por√©m, se os vil√Ķes patetas j√° eram um problema, o anime consegue selar o seu plot como algo completamente abomin√°vel ao utilizar todos os poss√≠veis e imagin√°veis clich√™s envolvendo um her√≥i vs algu√©m mais forte que ele. √Č exatamente isso que voc√™ pensou: o her√≥i do dia (que, ao menos, o roteiro teve o m√≠nimo bom senso de n√£o colocar como sendo o Midoriya) ganha for√ßa do nada e transcende a natureza humana para derrotar um advers√°rio muito mais forte que ele, algo que, definitivamente, n√£o foi feito j√° em outros 10 mil casos de animes shounens e que com certeza n√£o se configura como um claro momento de falta de criatividade do roteiro. E o pior: diferentemente de Kimetsu No Yaiba, aqui apenas a m√ļsica salva. Na realidade, eu devo dizer que 80% do meu envolvimento emocional nas partes mais "√©picas" do anime se deu pela You Say Run. Essa m√ļsica √© simplesmente muito boa e ela literalmente carrega o plot pateta do anime nas costas.
Veredito
BNHA √© mais um dentre os milhares de shounens que mais fazem coisas erradas do que acertam. O que mais me deixa chateado nessa caso √© que, ao contr√°rio da maioria dos animes de escolas, BNHA consegue fazer o espectador entrar na hist√≥ria do protagonista, o que deveria ser o ponto de igni√ß√£o para um anime de a√ß√£o diferenciado dos demais. Infelizmente, ap√≥s os primeiros 50 minutos dentro da hist√≥ria, o show ca√≠ em todos os clich√™s de g√™nero imagin√°veis e termina com um plot completamente pat√©tico, previs√≠vel e sem nenhum tipo de conex√£o √† trama e √†s discuss√Ķes que o anime poderia ter trazido.
Se voc√™ √© uma pessoa que gosta de shounens, n√£o h√° nenhum motivo para voc√™ n√£o assistir BNHA; pelo contr√°rio, BNHA √© exatamente tudo aquilo que pessoas que gostam de shounens querem ver: personagens engra√ßadinhos, m√ļsicas boas, uma filosofia de fundo que aparenta ser profunda e porradaria. No entanto, se voc√™, assim como eu, se encontra um pouco saturado de shounens, n√£o perca seu tempo assistindo Boku no hero academia, pois ele √© exatamente o motivo de tal satura√ß√£o.
Notas individuais
-Roteiro: 3
-Direção: 4
-Animação: 7
-Trilha sonora: 8
Nota final: 4,5.
Review escrita dia 2 de junho de 2020.
submitted by epilef_backwards to u/epilef_backwards [link] [comments]


2020.05.25 22:55 GreenDayTodayEver Talvez um pedaço da minha história ajude alguém

Galera, há um tempo eu queria escrever uma série de conselhos que desenvolvi durante a vida, em episódios que vivi. Hoje com quase 40, bem casado, posso talvez dar algumas dicas. Me machuquei muito na vida, mas a vida começou mudar quando entendi certas coisas e principalmente quando comecei a me importar mais com as pessoas sem querer nada em troca.
1 - Ache a sua turma e entenda: vc pertence a ela
Quando eu era criança, sofria bullying na escola, todos meus amigos me chamavam de gordinho, eu não ligava e mostrava o dedo do meio para eles. Era ruim de futebol, mas mesmo assim me enturmava com outra galerinha que gostava de mim, que tinha gostos parecidos e foda-se o resto. Sim. Isso machucava porque as pessoas que eu pensava que eram bacanas, não eram.
2 - As expectativas podem te machucar muito
Sempre fui feio. Para falar a verdade, horrível. Até hoje me olho no espelho e falo: cara como tu é feio pra kct e pergunto para a minha mulher: como vc foi gostar de mim assim? Ela ri e me acha o cara mais lindo do mundo, e isso que me importa. E ela é a mais linda para mim e acabou.
Mas curiosamente eu levei diversos foras quando adolescente. Lembro até hoje quando me apaixonei por uma garota e ela me disse exatamente assim: Cara vc é feio pra caramba, vc só sabe tocar guitarra (eu tinha uns 17) vc acha que será alguém na vida? Eu fiquei sem dizer nada, enfiei a viola no saco, como diz o ditado popular e fui embora para casa chorando que nem um bobo com uma roupa nova da bad boy que tinha acabado de comprar com minha mesada e meses que guardei grana para um Rebook Pump só para ficar bonitão e me declarar para ela. (Edit com esse detalhe)
3 - Cuidado com as pessoas que te humilham por vc ser pobre (ser pobre não é para sempre)
Na cidade pequena onde nasci, eu frequentava uma igreja medíocre que existe até hoje, que tinha pessoas "ricas" da cidade. Até hoje, continua a mesma bosta. Não sabem o que é amor ao próximo e continuam "seletivos". Pessoas daquela "casta" sempre humilharam os mais pobres e classe média. Isso incluiu minha família e eu. Não era pobre necessitado na época, mas minha família era de classe média. Meus colegas viviam dizendo que iam para a Disney etc e contavam e contavam como era lá e me traziam um lápis com uma borracha só, mas eu ficava com vontade... Eu não podia ir, meus pais não tinham como pagar, era tempo de vacas magras e, como se não bastasse, tinham falido.
Todos sem exceção tiravam sarro e me humilhavam de graça. Tinha 1 ou 2 amigos de verdade naquela época dentro daquela MERDA DE IGREJA. Hoje eu sei a REAL definição de igreja. Depois no final vcs entenderão.
4 - Não seja o bobo que compartilha conhecimento de graça
Descobri uma grande vantagem no ensino m√©dio: por conta dos meus problemas eu era vagabundo para estudar mas inteligente. Ent√£o, percebia que as menininhas bonitinhas e os carinhas populares queriam material de aula para "copiar" minhas notas de aula, exerc√≠cios, tiravam d√ļvidas. Eu n√£o perdoava, mandava a merda e n√£o compartilhava, porque como adolescente, eu via meu pai falar de sucesso, de coisas que vc deve ou n√£o compartilhar e que as pessoas vem sorrindo para geralmente pedir. Me tornei um cara amargo mas ainda inexperiente na vida e as vezes at√© imbecil no trato com as pessoas. S√≥ n√£o queria me machucar mais.
5 - Seja o melhor. Sempre há tempo. Mas não humilhe ninguém.
Quando entrei na faculdade decidi que a vagabundagem iria me deixar. Conquistei 5 amigos que eram fodas. A gente era a elite da turma no sentido do conhecimento. N√£o perdo√°vamos as outras panelas. N√≥s √©ramos os Ramones da computa√ß√£o hahahaha. A gente era foda. S√≥ tir√°vamos notas fodas. Eu tinha amigos DE VERDADE, perdi dois por c√Ęncer j√°. Uma pena, mas, a gente mostrava que estava ali para estudar. Eu era feio, mas as meninas me amavam porque eu era foda. Eu era inteligente, s√≥ tirava 8, 9 e 10. N√£o me formei com nenhum 5, n√£o tive uma DP e fiquei em exame s√≥ uma vez numa baita universidade. Mas minha tristeza com as decep√ß√Ķes do passado da adolesc√™ncia me fizeram ficar esperto com as mulheres.
Tratava todos bem. Ajudava a galera e quanto mais ajudava, eu não sei exatamente o que acontecia mas as coisas davam certo para mim. Ajudava todos.TODOS sem exceção e me tornei menos amargo e mais altruísta. Meu apelido entre os maldosos era o bom samaritano, porque os caras falavam: lá vem o crente que não vai em baladas e é mala. Mas não ficava falando de evangelho nada disso. mas minha vida era levada a sério. Só. Eles percebiam que eu estava ali para tentar mudar de vida e não para perder tempo.
6 - Não tenha vergonha de quem vc é
Eu tinha arrumado um est√°gio no segundo ano da faculdade j√°. Mas eu teria que ir de carro ... falei para meu pai: e agora pai? fodeu? Eu era quebrado... ele comprou um corcel 2 para mim, velho. Todo ferrado. Demos uma reformada no bicho mais ou menos porque meu pai n√£o tinha dinheiro para comprar um carro melhor. Eu chegava para estudar no inverno de corcelz√£o vermelho hahahahaha com insulfilme g5 (√ļnica coisa que eu tive grana para colocar para n√£o pegar sol na cara) e um r√°dio pionerr que um amigo da faculdade me deu... e parava ao lado do carro do meu melhor amigo que tinha uma caminhonete da Dodge vermelha que dava para comprar uns 20 carros iguais o meu. E esse cara, grande amigo meu, foi um anjo que Deus colocou na minha vida. Ele falava assim: cara, vc √© demais cara, vc √© o irm√£o que n√£o tive, cara vc √© foda, vem de corcel todo dia, pega pista, porra cara vc √© corajoso (tudo era necessidade) e ele era bom de cora√ß√£o demais para mim.
A gente fazia nossos churras, eu me lembro uma vez que cheguei em um dia de inverno tom o vidro aberto, ouvindo Ramones dentro do corcel ahahahahah e a galera ficava hahahahaha tipo: porra quem é esse cara idiota, nossa que besta, de corcel aqui na faculdade? Credo... essa faculdade tá perdendo o nível.
7 - As oportunidades certas na hora certa
No segundo ano da faculdade, conheci minha esposa! claro tínhamos só 20 anos hahahaha. Minhas notas melhoraram ela me jogou para cima. Foi a melhor coisa que me aconteceu. Conheci ela e começamos a namorar. A minha vida ficou boa e eu estava assim meio ansioso, mas, deixei a vida rolar. Resumo? hoje estamos há 18 anos juntos :-) hahahahahah lembro até hoje quando ela pegou na minha mão dentro do corcel e falou: vc é tão gatinho e inteligente hahahahah (gente eu sou mais feio que o corcel hahahaha), mas, foi assim demais e lembro de cada detalhe.
Conselho: n√£o tenha medo, as coisas acontecem na hora certa. Acredite.
8 - Sendo correto, tudo d√° certo
Eu e meus amigos não colamos durante a graduação inteira. Nunca.
Foi tudo uma beleza, todos n√≥s nos formamos! Todos n√≥s demos certo na vida. Todos n√≥s quer√≠amos o bem das pessoas, todos n√≥s estamos casados com as namoradas que conhecemos na √©poca de faculdade e todos n√≥s tivemos ou temos empresa, todos n√≥s J√Ā PASSAMOS POR MUITO SUFOCO (nem tudo foi f√°cil). Um dos meus amigos foi assaltado, tomou um tiro e est√° vivo. √Č... galera... v√°rios sufocos.
Com exce√ß√£o de 2 que tiveram c√Ęncer que infelizmente fazem falta pra caramba para n√≥s. O resto est√° bem, a gente se apoia a gente se importa e a gente sempre faz o bem a quem puder.
9 - Não ligue o foda-se em situação nenhuma - importe-se
Eu mudei bastante minha personalidade por conta dos traumas de inf√Ęncia e passei a querer o bem de todo mundo sem nada em troca e sem medo de me machucar. Porque entendi: pessoas que vem para nos causar mal, est√£o causando mal a si mesmas. Eu vi muito cara da cidade onde nasci passar necessidades e era o popular da escola, o bonz√£o. Uma pena. A vida muda, a vida escolhe quem presentear.
Passamos perrengues juntos. Perdemos pessoas queridas, mas √©ramos fodas juntos. Um ajudava o outro, est√°vamos ali. Ningu√©m abandonava ningu√©m. At√© hoje, somos confidentes. Uns est√£o melhor que outros financeiramente (mas n√≥s mesmos sabemos que isso n√£o importa porque ningu√©m mudou), mas somos todos iguais e nos ajudamos sempre. J√° teve um amigo nosso que perdeu emprego agora na quarentena e estamos sustentando ele e a fam√≠lia. √Č isso que somos. Unidos, uma fam√≠lia de verdade.
10 - Seja você e tenha seus amigos como Porto Seguro
Seja voc√™. Se vc quer usar jaqueta do Ramones ao inv√©s de dobrar a manga da camiseta porque est√° na moda para os homens, use a jaqueta. Esque√ßa a moda se n√£o se importa. Seja voc√™. As pessoas gostar√£o de vc pela sua autenticidade, pela seu jeito de viver. Por vc ser voc√™! Aproxime-se de quem gosta de vc. Essas pessoas ser√£o um porto seguro. Porque vc ser√° autentico confi√°vel e principalmente AMIGO. n√£o quele coleguinha sem conversas profundas, sem conselhos e sem se importar. Nossa eu tenho tantos coleguinhas galera... √© um porre... o cara d√° bom dia reclama da vida, quando acontece uma coisa boa na vida dele ele n√£o te conta. hahahahaha. Coleguinhas que querem s√≥ encher seu saco e acham que vc √© uma cesta de lixo. Coisa boa n√£o conta, mas desgra√ßa √© todo dia. √Č um porre.
Ame quem te ama! Procure amar as pessoas também e desenvolver laços de amizades verdadeiros. Isso demora anos, mas vale a pena.
Continuo sendo crist√£o, mas n√£o naquela igreja seletiva e podre. Numa igreja que realmente faz a diferen√ßa. Todos eles Continuam com suas religi√Ķes, mas isso n√£o importa porque nos respeitamos e somos muito amigos. Porque a amizade √© verdadeira e nos importamos e convivemos bem com nossas diferen√ßas.
Finalmente...
Enfim galera, espero que essa experiência tenha motivado vc a ser uma pessoa humana, que tenha um grupo de amigos e que se importe. Que vc não se sinta menor por conta das suas dificuldades, ou se "está pobre" vc não é pobre, vc está pobre, mas isso não é para sempre. Tenha o grupo CERTO de amigos e pessoas que gostam de vc e vc não precisará buscar "aceitação" de ninguém. Existe muita gente boa no mundo galera! Minha vida até os 18 foi uma bosta. Mas, da faculdade em diante graças a Deus muita coisa mudou! Mas eu mudei também, larguei a tristeza e parti em direção ao: fazer, ser, se importar, fazer o bem e não ligar para quem nos faz mal e pronto!
Espero ter ajudado.
submitted by GreenDayTodayEver to desabafos [link] [comments]


2020.05.02 00:14 NoiteAmorosa PROCURO NAMORADINHA

EU QUERO UMA NAMORADINHA: redpillada channer, dogoleira, wgtow, ancap, jogadora de lol, jogadora de poker, bv, virgem, sem amigos, crente, f√£ da UDR,magrela, footlet,escuta Chico Buarque, weeabo, hikkimori, otaku, gamer, furry, fujoshi, hetero,federal,trader de bitcoin,hacker, defacer, cubista, penspinner, recordista de memoriza√ß√£o de baralhos, timida, m√£e de pet, hidratada, n√£o consumidora de a√ßucar, saud√°vel, youtuber, netolover, pooper, cambista, shitposter, anarquista, materialista, roquista, travesquista, mono talon vlogger, blogueira, e-girl, intolerante a lactose, intolerante a gluten, grinder e hipn√≥loga, fiel, niilista existencialista, metaleira, headbanguer, pelo no suvaco, patriota, masoquista, ballbuster, jogadora de minecraft, buceta fedida, que n√£o tenha medo de chuta minhas bolas pelo amor de deus eu nao consigo encontrar uma menina pra chutar minhas bolas por favor deus eu imploro nao agusnto mais isso nao eh um meme porque voces tem medo de me chutar no saco. Ra√ßa: n√≥rdica Altura: 170cm+ Pele: 1 ou 2 (Fitzpatrick) Olhos: 7+ (Martin) Cabelos: qualquer cor, mas apenas lisos ou ondulados (FIA) Nariz: reto ou virado para cima Cr√Ęnio: dolico ou mesocef√°lico √ďculos: n√£o Aparelhos: n√£o Queixo furado: n√£o Covinhas: n√£o Orelha presa: n√£o Orelha de abano: n√£o Franja em V: n√£o Pelos no corpo: muito pouco Tatuagem: n√£o Gradua√ß√£o: apenas cursos voltados √† pesquisa Faculdade: apenas bem conceituadas Habilidades matem√°ticas: sim Idiomas: flu√™ncia em ingl√™s e mais outro idioma √Ālcool, cigarro, drogas: n√£o, nenhum Personalidade: introvers√£o Cultura: europeia ocidental RELIGI√ÉO: Crist√£ Ortodoxa Gostar de escutar rog√©rio skylab:
Para ser sincero, voc√™ precisa ter um QI muito alto para entender Rog√©rio Skylab Para ser sincero, voc√™ precisa ter um QI muito alto para entender Rog√©rio Skylab. O humor √© extremamente sutil e, sem uma compreens√£o s√≥lida de filosofia moderna, a maioria das piadas vai passar despercebida pelo telespectador m√©dio. H√° tamb√©m a vis√£o niilista de Rog√©rio, que est√° habilmente tecida em sua caracteriza√ß√£o - sua filosofia pessoal se baseia fortemente na literatura de Nododaya Volya, por exemplo. Os f√£s entendem essas coisas; eles t√™m a capacidade intelectual para realmente apreciar a profundidade dessas piadas, para perceber que elas n√£o s√£o apenas engra√ßadas - elas dizem algo profundo sobre a VIDA. Como conseq√ľ√™ncia, as pessoas que n√£o gostam de Rog√©rio Skylab s√£o verdadeiros idiotas - √© claro que eles n√£o apreciariam, por exemplo, o humor no bord√£o existencial de Rog√©rio "Chico Xavier √© viado e Roberto Carlos tem perna de pau", que √© uma refer√™ncia cript√≠ca para o √©pico Pais e Filhos do russo Turgenev. Estou sorrindo agora mesmo imaginando um desses coitados simplistas co√ßando a cabe√ßa em confus√£o enquanto as m√ļsicas se desenrolam na tela de seu computador. Que tolos‚Ķ como eu tenho pena deles. E sim, a prop√≥sito, eu tenho uma tatuagem do Rog√©rio Skylab. E n√£o, voc√™ n√£o pode v√™-la. √Č s√≥ para os olhos das damas. E mesmo elas, precisam demonstrar de antem√£o que possuem um QI com diferen√ßa absoluta de no m√°ximo 5 pontos do meu (de prefer√™ncia para baixo).
Rotina, Habitos e interesses: Nofap + Banho Gelado + comer carne crua + comer virado pra parede + biohack + dormir no ch√£o + Jordan Peterson + mewing + HBD + PUA + jelq + dormir 5 horas por dia + caf√© gelado sem a√ß√ļcar + hipismo + compila√ß√£o mitadas En√©as + alho cru + podcast do Joe Rogan + redpill + Brain Force + Jejum + medita√ß√£o iasd + m√ļsicas para concentra√ß√£o, foco e intelig√™ncia + teste de QI da internet + grupos de linhagem viking do facebook + ficar longe do poste de internet 4G + youtube do varg vikernes + ess√™ncia de morango da turma da m√īnica no narguil√© + jogar vape na cara de todo mundo que tentar entrar no bloco da faculdade + 5 segundos de calistenia no deserto do atacama + darkcel + √≥culos do a√©cio na foto de perfil + ler quotes do nietzsche no brainy quote + criar galinha no quarto sem os pais saberem + Alho cru + uma colher de azeite quando acorda e outra antes de dormir + jejum de 24hrs a cada 72hrs + assistir VT no premiere logo que chega do est√°dio + canal Ultras World + LibreFighting + Operation Werewolf + comprar os artigos do Paul Waggener + Centhurion METHOD + humilliation exposure com a finalidade de criar uma crosta na sua mente capaz de desenvolver uma resili√™ncia que resiste √† humilha√ß√£o como se ela fosse nada + tomar banho descal√ßo em chuveiro de academia com ch√£o mijado + muscula√ß√£o caseira + hackear o sono + Empreender + 10 livros de auto ajuda por m√™s + PUA + Selo super f√£ da f√ļria e tradi√ß√£o + Biokinesis + 432hz music + Mexer o pau sem piscar o c√ļ + medita√ß√£o transcendental + veganismo + minoxidil para cultivar uma barba + filmografia Jason Stataham + assistir vikings + redpill + ir no cinema sozinho + treino saitama + coach qu√Ęntico + enema de caf√© + dieta lair ribeiro + agua alcalina + O M√©todo de Wim Hof + sabedoria hiperb√≥rea + artigos da Nova Resist√™ncia + Biblioteca do D√≠dimo Matos + dormir virado pra patede assoviando no escuro pra espantar o curupira + dar 3 pulinhos toda vez que levantar da cama + dizer am√©m quando um 1113 azul passar por voc√™ na rua + 100 flex√Ķes por dia + 6 meses de jelq + injacula√ß√£o guiada + sociedade thule + energia vril + chap√©u de alum√≠nio para se proteger das armas psicotronicas emitidas pela CIA + caderno de anota√ß√Ķes smiliguido + pedir a b√™n√ß√£o ao carteiro toda segunda de manh√£ + 3 horas de academia + 4 horas de corrida + mascar caf√© + exerc√≠cios penianos do Dr. Rey + maratona saga Rocky + trilha sonora saga Rocky + trilogia Mercen√°rios + filmes do Jason Statham + assoviar o hino do Palmeiras de ponta-cabe√ßa + intro do Canal do Nicola em loop + palestras do Antonio Conte + v√≠deos do Rodrigo Baltar + dicas do Gustavo Gambit + aulas de italiano + dormir ouvindo Ultraje a Rigor + ler Walden pelado na mata atl√Ęntica de madrugada + ouvir m√ļsicas em velocidade aumentada + canto gregoriano √°rabe + ensinar hino do botafogo pra calopsita + fritar comida com banha de porco + assistir videos de situa√ßoes de risco com a finalidade de se preparar para o perigo + Terapia Holistica com formandos da UFPR no Jardim Bot√Ęnico + Radiestesia para harmonizar vibra√ß√£o da casa + Metatron 432HZ no YouTube entoando a ora√ß√£o EU SOU + ler O C√≥digo da Vinci + Jesus Qu√Ęntico + Barra Fixa na pra√ßa de madrugada escutando audiolivro do Jordan Peterson na voz do cara dos Fatos Desconhecidos + grupo POPEYE AFIANDO A PIKA + MyInstants AEEE KASINAO + Memes do Fausto Silva + ler O Evangelho dos Animais + stories do Copini no Instagram + Canal SocialGames7 com Gustavo Gambit e CIA + textos de Raphael Machado (Nova Resist√™ncia) + ser ex-membro do grupo Comunismo Ortodoxo + Monja Coen + Fazer origami com papel do bis + perder dinheiro com maquina de pegar ursinho + fumar palheiro com o av√ī + quebrar palito de dente no meio depois que usar + rezar Pai Nosso em aramaico + tentar se comunicar com o ashtar sheran + virar catequista e passar Pl√≠nio Salgado para as crian√ßas + Limpeza de 21 dias de S√£o Miguel Arcanjo + arrancar a fimose comendo cu apertado de galinha caipira + Regata branca WifeBeater com cal√ßa jeans clara e bota marrom + Ingressar na legiao estrangeira + Comprar toras de eucalipto pra reproduzir o centurion method mas nunca come√ßar o treinamento + vender m√°quina de cart√£o de cr√©dito + ler os escritos do Unabomber + Escutar a discografia do Paul Waggener + ler todos os livros do Pavel Tsatsouline + ouvir rap eslavo de cunho pol√≠tico suspeito + caf√© com um cubo de manteiga dentro precedendo a primeira refei√ß√£o do dia + beber 2L de leite por dia + Stronglifts 5x5 + Dieta Cetog√™nica + Canal Jason PROJETO GIGA + Cd do TRETA + comprar torre de chopp no prensad√£o + 2 c√°psulas de Tadalafellas antes do sexo + s√≥ comprar comida japonesa importada pra dieta + comer arroz sem sal com peixe cru sem tempero enrolado em folha do fundo do mar + memes da p√°gina Dollynho Puritano + Deus Vult na capa do Facebook + acessar o dogolachan pelo computador da escola pra postar fanfic gay do Gilberto Barros + Trollar atendentes do mcdonalds no habbo hotel + ligar para o Motel Ast√ļrias perguntar quando custa a bolacha Bauducco que aparece no site + Mandar entregar pizza na Rua dos Tamoios casa n¬į18 com port√£o vermelho + cosplay de russo no Omegle pedindo pra mostrarem a bunda + Dormir imaginando uma linha pra fazer viagem astral + recitar Homero pra mendigo + tomar antibi√≥tico no caf√© da manh√£ + Meditar imaginando o raio de luz violeta que representa a energia transmutadora + Workshop Reiki do Canal Luz da Serra MULHERES TERRAPLANISTAS RALEM.
Primeiro de tudo! Vai tomar no cu, MULHERES terraplanistas! Junto com todas que me contrariaram nos √ļltimos meses falando "dur hur voc√™ n√£o sabe nada de paleontologia, vai assistir seus desenhos filipinos e n√£o encha o saco". TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! LERAM DIREITO? TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! A farsa ficou t√£o √≥bvia, que eles n√£o tem mais como esconder que TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! Alguns mais penas, outros menos penas, MAS TODOS TEM. E aproveitando no mesmo v√≠deo, N√ÉO TEVE METEORO PORRA NENHUMA! Provavelmente as mudan√ßas clim√°ticas naturais, junto com a separa√ß√£o gradual dos continentes, √© que extinguiu a mega-flora e a mega-fauna. E se teve algum meteoro, apenas acelerou o processo em uma regi√£o muito especifica. Agora s√≥ falta as ((especialistas)) e a (((Academia))) admitir que dinossauros nunca existiram e que foi tudo um erro grotesco de interpreta√ß√£o de pessoas que n√£o sabiam que caralhos eram aqueles esqueletos. S√£o apenas aves e mam√≠feros ancestrais de milh√Ķes de anos atr√°s. E antes que eu me esque√ßa, vai todo mundo que me contrariou tomar no cu!
GOSTAR DE MIM POR QUEM EU SOU E NAO PELA MINHA APARENCIA
Sério, de verdade, ser uma pessoa bonita não é fácil em nossa sociedade atual; não é só os olhares de desejo das mulheres e dos homens que me incomoda, e sim, o fato de ser só isso para as pessoas. Sou muito mais que apenas um cara bonito. Tenho qualidades além dessas, e saber que as pessoas não ligam para elas, pois estão entorpecidas de anseio pela minha formosura, me entristece muito.
Não suporto mais ser bonito. Tudo que eu queria era poder nascer de novo num corpo de uma pessoa feia, pois sério, vocês não sabem como me dói saber que por culpa de algo que nasceu em mim (a incrível beleza), serei rotulado eternamente por isso.
Eu trabalho, estudo, procuro, conheço, aprendo! Sou um ser-humano como qualquer outro e não só mais um rostinho bonito.
Pergunta antes de eu poder te namorar: Você é ocultista?
Essa é a pergunta de um milhão de dólares que raramente vejo sendo feita.
Se você ainda não for, pra se tornar minha namorada precisará ser e aqui está como fazer isso
√Č fato que a maior parte da literatura especializada ocidental acredita em Deus e Cristo, somente olhando-o por uma lente diferente. N√£o h√° um ritual que lhe aproxime de Deus, as coisas raramente s√£o t√£o simples. Entretanto, com estudo e medita√ß√£o o caminho come√ßa a ficar mais claro.
Entenda que não sou nenhum senhor da verdade, e o que te falo hoje posso descobrir ser mentira amanhã. Saiba também que um dos maiores problemas desse meio é a falta de um início claro, sendo as obras tidas como introdutórias porcarias completas. Dito isso, lhe respondo o seguinte:
  1. O caminho mais completo para se aproximar do que voc√™ quer come√ßa com no√ß√Ķes do pensamento Hel√™nico. Entenda que boa parte da vis√£o de mundo crist√£ vem da antiguidade cl√°ssica, principalmente as no√ß√Ķes de harmonia e belo. N√£o te pe√ßo para ler tudo o que j√° foi jogado ao ch√£o pelos gregos, mas saiba um pouco das origens das coisas. Tenha uma ideia b√°sica dos quatro humores gregos, e que essa √© uma das origens para atribuirmos personalidades aos elementos da natureza. Entenda um pouco dos seus deuses e Cosmos, porque eles ser√£o utilizados no futuro de forma metaf√≥rica em textos. Saiba que quando aparecer um hermafrodita em um texto especializado n√£o h√° conex√£o com desvios modernos, mas com um simbolismo mais antigo (Salvo engano, sua origem √© Plat√īnica. Mais especificamente, O Banquete, durante os discursos sobre amor).
  2. Entenda que boa parte da origem da magia ocidental vem da conflu√™ncia da cultura grega com a eg√≠pcia, incluindo a alquimia. A t√°bua esmeralda √© um texto obrigat√≥rio. Leia um pouco sobre o Axioma de Maria, A judia. Aprenda um pouco da simbologia alqu√≠mica, porque ser√° importante para voc√™ no futuro. √Č dentro da alquimia que ir√£o discursar sem final sobre a trindade (pelo menos os da corrente de Paracelso). N√£o se pretenda nenhum mestre dos espag√≠ricos, porque os qu√≠micos far√£o isso melhor do que voc√™. Entenda que n√£o havia essa separa√ß√£o absoluta entre o material e o espiritual, ent√£o os dois conhecimentos andaram juntos ao decorrer da hist√≥ria. Entenda tamb√©m que haviam escritores voltados especificamente para a alquimia espiritual, enquanto outros √† qu√≠mica.
  3. Estude a Cabala. Eu entendo que para alguns seja dif√≠cil dar aten√ß√£o √† Cabala Judaica com o surto conspiracionista chan√≠stico sobre a √≠ndole de todo um povo, mas querendo ou n√£o o juda√≠smo √© o Pai da f√© crist√£, sendo Jesus judeu. Entenda que a √°rvore da vida √© um estudo sobre Deus e suas emana√ß√Ķes, e dela vir√° uma boa parte de seu conhecimento.
  4. Leia as coisas atuais sobre o assunto. Dê atenção aos escritores herméticos, principalmente.
Ocultismo é um saco, pelo menos se você for estudar seriamente. Você pode perder a vida se tiver um projeto ambicioso como se aproximar de Deus.
Você também pode pular algumas etapas no que te falei. Sobre a parte do pensamento grego, saiba que boa parte é "dispensável". Dito isso, recomento que entenda um pouco sobre o funcionamento do Cosmos de Ptolomeu. Entenda também alguns dos símbolos planetários, porque seu entendimento irá lhe ajudar no futuro.
Pra me namorar tambéme tem que gostar dos animes:
Akame ga Kill! Akarui Sekai Keikaku Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Criminale! Dog Style Domina no Do! Eden no Ori Yu-gi-oh
Sobre assistir Yu-gi-oh; quando eu era adolescente, gostava (na época que passou na TV Globinho e era moda), mas hoje em dia não gosto mais; então não assistiria de novo.
Quanto às minhas lembranças marcantes de Yu-gi-oh:
Em 2003, Yu-gi-oh era moda e todo mundo na escola da quinta e da sexta série jogava com cartinhas piratas, já o pessoal da sétima e da oitava não se interessava. A propósito, em 2003 tiveram duas grandes modas de brinquedos baseados em animes, cartinhas de Yu-gi-oh e Beyblade. Outro brinquedo que todo mundo da quinta e da sexta série levava pra escola em 2003 depois que passou a moda de Yu-gi-oh e começou a moda da Beyblade era a Beyblade.
Outra lembrança marcante que tenho de Yu-gi-oh é que em 2003 na escola o pessoal criava suas próprias cartinhas, fazendo desenhos e estatísticas.
Fujimura-kun Mates Gantz Gou-Dere Bishoujo Nagihara Sora‚ô• Higurashi no Naku Koro ni Kai: Matsuribayashi-hen Hitsugi no Chaika Ichigo 100% Ichinensei ni Nacchattara In Bura!: Bishoujo Kyuuketsuki no Hazukashii Himitsu Jigokuren: Love in the Hell Jinzou Shoujo JoJo no Kimyou na Bouken Part 4: Diamond wa Kudakenai JoJo no Kimyou na Bouken Part 5: Ougon no Kaze JoJo no Kimyou na Bouken Part 6: Stone Ocean JoJo no Kimyou na Bouken Part 7: Steel Ball Run Kaibutsu Oujo Lucky‚ėÜStar Mahou no Iroha! Mahou Tsukai Kurohime Monster Hunter Orage Mujaki no Rakuen Needless Zero Nyotai-ka Onihime VS Oretama Perowan!: Hayakushinasai! Goshujinsama‚ô™ Re:Marina Rosario to Vampire Saitama Chainsaw Shoujo Sankarea School Rumble Shingetsutan Tsukihime Shocking Pink! Shurabara! Sora no Otoshimono Sora no Otoshimono Pico Akame ga Kill! Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Dorohedoro Nekopara Pet Toaru Kagaku no Railgun Magia Record: Mahou Shoujo Madoka‚ėÜMagica Gaiden Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita.Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita. Isekai Quartet 2Isekai Quartet 2 Ishuzoku Reviewers Somali to Mori no Kamisama Eizouken ni wa Te wo Dasu na!Eizouken ni wa Te wo Dasu na! Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu.Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu. Jibaku Shounen Hanako-kun Haikyuu!!: To the TopHaikyuu!!: To the Top Darwin's GameDarwin's Game Kyokou SuiriKyokou Suiri Plunderer
PRE REQUISITO: GOSTAR DE FILMES DE FAROESTE.
IMPORTANTE: Se você gosta de filmes de super heroi, pare de ler e va se foder.
Se você é assim, fique longe de mim.
N√ÉO QUERO AS MULHERES QUE: As que falam palavr√Ķes As que fumam As que usam drogas As que postam foto com bebida Que bebem (menos ūüć∑, isso √© coisa de dama) As que v√£o para balada, festa, rave etc As que postam fotos com short curto, decote ou sensuais
Há uma coisa que eu quero que você entenda sobre nós os homens.
Quando voc√™ colocar uma foto sua nua no facebook, fazendo uma pose gostosa, mostrando os seios ou como vemos em v√°rias fotos mostrando o bumbum ou deitada sedutoramente em sua cama, a √ļnica coisa que voc√™ faz √© que as pessoas tenham desejo sexual por voc√™, claro em A maioria dos casos por parte de homens.
Eu sei que voc√™ vai ficar t√£o emocionada com os 500 likes, 120 coment√°rios e as in√ļmeras mensagens privadas! Voc√™ vai querer postar cada vez mais fotos para se sentir cada vez mais no topo.
Mas há algo importante que você precisa saber:
Na verdade nenhum desses caras que gostam, comentam ou enviam mensagens privadas te ama. Tudo o que eles querem é usá-la e depois atirá-la para o lixo, para ser honesto nenhum deles a levaria para sua casa para ser sua esposa, acredite em mim, você para eles não é mais que uma menina de programa em busca de popularidade barata No Facebook.
Os homens ricos os que tem o que você procura "dinheiro" ou os pobres admiram as mulheres que se vestem com decência e se respeitam. Uma vestimenta decente que não revela muito o seu corpo, leva-os a amar e a respeitar-te, isto a simples vista nos diz que és uma mulher virtuosa, alguém a quem se pode levar para casa para ser esposa e mãe.
Isto em muitos casos diz-lhes que você foi criada com princípios morais e lhes dá detalhes do seu bom histórico familiar.
Eles n√£o se preocupam muito com a maquiagem excessiva, uma mulher digna de propor casamento sempre se distingue do monte, n√£o importa como.
Valoriza seu corpo, lembre-se que para encontrar diamantes é preciso cavar, respeita, e um verdadeiro homem vai te respeitar de um modo ou de outro.
Mas você terá muito respeito: Mulher, não mostre seu corpo no facebook, você não sabe que tipo de pessoas, venha suas coisas, você é uma mulher bela, não precisa de fotos, nem mostrar tanto, você pode conquistar com sua simpatia, com seu educacióncon seu sonrrisa,
As que j√° ficaram com amigos seus, ou que ficam com mais de 3 em um √ļnico ano As que n√£o trabalham ou estudam (ou que est√£o em um curso irrelevante de humanas) As que n√£o sabem o b√°sico de uma casa, como lavar, passar roupa, cozinhar, trocar fralda, etc As interesseiras As que est√£o pedindo presentes sempre As que j√° est√£o comprometidas As n√£o gostam de crian√ßas ou dizem que n√£o querem ter filhos (pessoas que n√£o querem ter filhos n√£o s√£o confi√°veis) As que tem piercing de bufalo
submitted by NoiteAmorosa to DiretoDoZapZap [link] [comments]


2020.04.10 00:44 CabacinhoBreaker Conto: Carta Para Zeca

Quanto tempo leva para uma reflexão tomar forma dentro do circuito do pensamento emotivo? Emoção é a reação do que afeta direta ou indiretamente o nosso campo de sensores que são vastos, digo isso para todos aqueles que creem no invisível e que salta aos olhos como uma silhueta na escuridão. Está tão perto e tão latente mas, qual a medida para entender tudo isso? A razão é a balança dos aflitos que velejam numa nau à pique.
Zeca observava o mundo de longe certo de que estava antes daquela vírgula da existência, essa que faz refletir, protegido no receptáculo de sua antena parabólica ficava estático ele mesmo, assistia a novela de Rebeca sua vizinha, nascida de dias e com uma mãe desastrada. Batia de lá e de cá seu corpo mas nunca deixando a recém nascida amassar nas portas, embora parecesse que o pai quisesse. Zeca já tinha testemunhado o pai, grande e corpulento, de olhos fundos e nariz perfurante, olhando para a mãe, passava para Rebeca, e parecendo um surto de arrependimento da existência da menina, fechava a porta na cara da mãe. Ela não prestava, e parecia um vegetal, ele era quem dava energia para uma casa toda com seus dedos que pegavam o que queria na sua geladeira fedida; seus pés descalços que descarregavam toda uma tensão da casa, o que Zeca achava engraçado, se pudesse passar a navalha nesse calcanhar invisível da mágoa ele desjuntaria o pé inteiro.
De conversa com ela uma vez Zeca insistiu no motivo de ela estar onde estava, a m√£e olhava a menina com uns olhinhos de jabuticaba que dava brilho no canto, da√≠ olhava para o ch√£o e virava o olho para dentro buscando uma sa√≠da do que ele n√£o podia evitar, da√≠ lan√ßava a m√£o parecendo que ia descolar do corpo, mole de lado, dizendo que quem sustentava a casa era ele e Rebeca era uma inspira√ß√£o de vida! Desse jeito mesmo que sa√≠a, ela botava tanta convic√ß√£o que as palavras vibravam quando saiam de sua boca, a √ļltima at√© parecia uma moeda que estava debaixo da l√≠ngua e escapou sem querer. Olhei nos olhos dela, rasos.
Agora Zeca insiste em tomar uma dose de verdade todo dia, recolher todas essas moedas que caem dos olhos e das bocas de seus amigos, juntando tudo um dia talvez ele compre a t√£o sonhada liberdade que ele persegue de dentro de seu barquinho.
“Mandai a faísca de um raio pra me iluminar
Segura pedra na pedreira n√£o deixa rolar
Xang√ī, Ka√ī meu pai
Seus filhos bambeiam mas n√£o caem‚ÄĚ
Zeca
Carta Para Zeca
Olá meu querido amigo, como você está? Espero que bem.
Eu estava mexendo nuns pap√©is antigos e reli uma cr√īnica que voc√™ me fez 3 anos atr√°s, lembrei tanto de voc√™ esses tempos que resolvi escrever.
Hoje √© dia 24 de dezembro e est√° um calor danado aqui em S√£o Bernardo, me mudei para o Silvina depois de uns dois meses que a Rebeca nasceu e foi uma das melhores coisas que fiz; a casa √© bem maior, por√©m fica bem perto do ponto de √īnibus l√° na ponta do morro.
Por falar em Rebeca ela não para mais. Anda de um lado pro outro Zeca como se fosse a rainha da casa, pega as panelas e bate tudo no chão. Devaldo nem liga mais depois de comprar a quinta, e eu não faço questão também, ela precisa de brinquedos e eu me viro como posso sabe?
Falando nele, sua cr√īnica foi important√≠ssima para mim Zeca, voc√™ sempre me estimulou a escrever e s√≥ fiz isso agora, depois de anos, porque me sinto muito mais segura e motivada. Ainda lembro de cada palavra sua. √Č claro que √© meio desconcertante tamb√©m, voc√™ escreve t√£o bem e eu n√£o sabia nem articular o que se passava dentro de mim, agora vou te falar, da melhor forma que eu encontrar.
Devaldo parecia que tinha desistido de tudo, aquele jeito turr√£o e mand√£o dele de ser passou depois do primeiro ano da nossa filha, eu agradeci muito √† Deus, mas ainda faltava alguma coisa sabe? Ele parecia fantasma dentro de casa Zeca, a gente n√£o tinha brigado nem nada e ele me procurava bem pouco para fazer amor, dizia que a rotina do servi√ßo estava acabando com ele mas eu n√£o precisava me preocupar com nada, que focasse na pequena pra ela n√£o ficar que nem as ‚Äúmeninas do p√© do morro‚ÄĚ. Elas gostam muito de transar Zeca, e com qualquer um que passe no p√© do morro, qualquer um; eu j√° vi elas no mato e n√£o vou nem dizer como porque quero esquecer.
Depois de ver aquilo dei razão pro meu marido, e mesmo ele me tratando um pouco melhor ainda não era o meu ideal, ele foi meu primeiro homem e eu esperava tanto dele, mas seus problemas sempre futucavam nosso lazer; fim de semana tinha um extra no serviço que era imperdível, mais seis horas longe de sua família, o que virou rotina depois de um tempo fazendo isso; pegou confiança e virou o ponta firme na firma que não faltava em nada.
Quanta decpção. Quando Rebeca fez um ano que desastrou tudo, ainda bem que tenho meus amigos lá do morro pra me dar assistência e fumar um né? Quem tem filho fuma também, não me julgue.
Eu acostumei n√£o ter mais a presen√ßa dele em casa aos poucos, Rebeca sempre foi bem quieta e n√£o me tomava muito tempo para o cuidado, mas isso porque amo essa menina e nunca me deixou nervosa. O fato √© que comecei a me sentir bem sozinha, e carente sabe? Sem nenhum contato. Eu procurava Devaldo e ele nem a√≠ pra mim, at√© que um dia aconteceu um tro√ßo inesperado Zeca, eu tinha mensagens de um crush do √īnibus que queria porque queria me conhecer.
N√£o me julgue por falar o que vou falar. O nome dele era Jonas e disse que queria me conhecer, eu falei que pessoalmente n√£o, mas a conversa foi rolando, eu disse da minha filha e ele me mostrou a dele, uma mulher j√° de dezesseis anos toda formada, o cara era ‚Äúvelho‚ÄĚ e eu tinha vinte. Claro, n√£o mencionei Devaldo pra ele.
Ele me dava toda a assistência que eu estava querendo, perguntava como foi meu dia, me ouvia, e a gente conversava sobre tudo Zeca, só achei uma coisa estranha. A primeira vez que ele me ligou achei super esquisito, sabe aqueles homens que tem a voz bem fina? Era a dele, mas chegava a parecer uma garota em certos momentos. Achei estranho mas foi só impressão.
Jonas não me faltava em nada, ele me fazia sentir como se fosse uma menininha de novo, ás vezes eu até esquecia que tinha um marido em casa Zeca, cheguei até a olhar pro Devaldo pensando nele, nas fotos que me mandava… sinto vergonha disso mas é a verdade. Mas também nunca fui tão fundo assim com ele, por mais que fosse gostoso eu não conhecia ele de fato e não ficava mandando fotos nem nada, mas me deixava num fogo que eu virava um rio.
Depois de uns quatro meses na conversa eu criei coragem e fui atr√°s dele, chamei para marcar um encontro e liguei n√©, ele esperava tanto por esse momento que o telefone quase n√£o deu o primeiro toque. ‚ÄúEu preciso te contar uma coisa antes da gente se ver‚ÄĚ. O que era agora j√° que ele queria tanto? Esperei os trinta segundos mais longos da minha vida at√© que ele despejou tudo sem ensaio. Eu sou mulher.
Foram s√≥ tr√™s palavras, mas me deram uma rasteira literal, eu que estava em p√© ca√≠ sentada no ch√£o da cozinha Zeca, eu n√£o podia acreditar. Fiz muitas perguntas e ela me respondeu todas com muita calma, apesar da minha revolta. Me disse que realmente pegava √īnibus comigo e me achou linda, e depois de uma visita no face chamou um amigo dela, o Jonas. Ele fornecia tudo em tempo real, mas nos telefonemas e √°udios era ela mesma.
Falei várias vezes pra ela que não gosto da mesma coisa que tenho no meio das pernas, não vejo graça Zeca. Ela ficou super triste, ainda mais quando teve que me passar o telefone do Jonas de verdade, queria pelo menos conhecer o cara que me apaixonei. Já faz um tempo que isso aconteceu e mesmo assim ainda lembro vez ou outra, me enganaram de uma esdruxula e me lembro exatamente como me senti.
Me lembrei de você e tudo que me dizia, tentei descrever o que sentia. Você já passou por isso; você passa uma noite inteira na rua, sozinho e com frio, e encontra um cantinho pra encostar e cochila por lá mesmo até o Sol começar despontar e tocar sua pele, te aquecendo aos poucos até brilhar bem forte e você voltar pra casa. Eu voltei para casa Zeca.
Deixei tudo isso de lado e pesquisei sobre aquilo que você me falava sempre, que a vida é efêmera e é importante viver bem; hoje entendo o que você me dizia. Fui nessa semana também no lugar que recebem os espíritos que você ia, me pediram para ter juízo olha só! Eu não discordei, até gostei da sensação que me trouxe.
Eu comecei a prestar mais atenção em casa depois do que aconteceu, e tive mais coragem para me abrir e falar com Devaldo, ás vezes eu só precisava estimular ele um pouco, e com o tempo ele foi me olhando de outra forma, viu que podia cofiar em mim como parceira; o stress do trabalho até diminuiu e o tempo dele lá também, começamos uma fase tão bonita Zeca. O espaço que ele preenchia com seus dedos agora tinha um toque mais sutil, e mesmo que o hábito ruim de olhar o telefone do outro tinha ido embora fazia um tempo me bateu uma curiosidade. Descobri que ele me traiu duas vezes com a mesma pessoa, ele transou com outra.
Não falamos disso nunca, ele não sabe que sei e eu não guardo rancor, ele se arrependeu nas mensagens com a garota e depois que as coisas melhoraram entre a gente me sinto muito mais feliz. Não vou dizer que o amo, mas me sinto apaixonada por ele cada dia mais, estamos nos descobrindo juntos Zeca. Não vou tomar mais o seu tempo, só queria dizer que o canto que você morava está muito bem iluminado agora.
Ontem o Pepeu me chamou pra fumar lá no escadão e disse que tinha uma surpresa, e que surpresa Zeca! Enquanto a gente fumava olhando pro Montanhão ele começou a iluminar todinho, foi ascendendo de baixo para cima, nunca vi ele tão bonito. O morro agora tem luz na rua.
Não me aguentei, olhei pra cima e comecei chorar quando vi que a Lua se encaixava bem na ponta do morro, parecia até que tinha sentado no campinho de terra; a árvore de natal mais bonita que montaram pra gente meu bem. Pepeu chorou comigo, dava pra ver os bracinhos balançando lá da ponta do morro de alegria.
Você faz falta Zeca, tiraram sua vida tão curta cara, mas como você mesmo diz, a vida é efêmera. Vou guardar sempre no meu coração a lembrança de cada momento e prometo abrir a mente de alguém com o que você me ensinou, e me ensina ainda. Vou queimar essa carta no pé do morro, quem sabe um dia quando você passar por lá veja todas essas palavras na poeira.
Te amo meu amigo.
submitted by CabacinhoBreaker to EscritoresBrasil [link] [comments]


2019.08.05 15:26 lanaSouza Melancolia constante - sou assim

Sinto-me como se não se encaixasse neste mundo; sempre fui melancólica; desde bem criança (2 anos) sentia estranha - passava a vida a chorar por nada; não largada da barra da saia de minha mãe e não ia com ninguém (era como um bicho do mato que dava um trabalho tremendo, pois não conseguiam me deixar com ninguém); aos 6 aninhos já via o mundo como algo estranho, parecia que não era daqui, que estava no lugar errado....; fiz xixi na cama até os 11 anos e minhas irmãs mais novas pararam aos 3 ou 4 anos; EU, até os 12 também continuava acordando chorando (não entendia o porquê - imagine minha família e minhas irmãs menores).
Quando ia dormir sentia medo - só pensava na morte; arranhava minha cara de medo de ser enterrada viva, talvez por isso sempre tinha pesadelos terríveis com deus me castigando, porque não era uma boa menina ( afinal, fazia bagunça e desobedecia os pais); Isso talvez passasse porque minha família frequentava uma igreja e lá os pastores diziam que Deus castigava por isso e àquilo.
A partir de então, ainda com 10 ou 11 anos, via Deus como um pai malvado, NÃO um Ser que ama, afinal ao invés de amor me passava medo!
A partir de então só ia à igreja porque era obrigada e, quanto mais ia, mais me sentia perturbada com as palavras que lá eram ditas (e o que ensinavam na bíblia em nossa casa). Quando completei 17 anos parei de vez, afinal nunca acreditei em nada que diziam lá e que estava na bíblia - creio que sempre tive uma Atéia dentro de mim, mesmo sem saber, (naquela época), o que era ser atéia.
Na inf√Ęncia e adolesc√™ncia fui MUITO pobre, mas h√° muitos anos j√° n√£o sou! Tenho quase tudo que quero e preciso (na classe m√©dia/m√©dia - ou seja, menos pobre que antes).
N√£o tenho doen√ßas graves, sou medianamente inteligente; j√° viajei por quase todo Brasil e por v√°rias vezes; morei em tr√™s Estados do BR e em Portugal. Conheci metade ou mais da Europa enquanto vivia em Lisboa. J√° comi das melhores comidas; j√° me hospedei em lugares e hot√©is lindos (Castelos e Monast√©rios medievais de sonho) e tamb√©m em pens√Ķes simplesinhas e at√© albergues com 10 em um quarto. Vivi muito bem, mas nunca fui feliz - todavia, tive e tenho tudo para ser, a quest√£o √©: porque nunca fui e a melancolia, a tristeza me perseguem como se estivesse no lugar errado, no mundo errado, no momento errado?
Tenho asco dos pol√≠ticos (de todos), n√£o me conformo com a forma que agem quando entram no poder; tenho medo das ruas, do povo em geral; para mim todo mundo s√≥ pensa em se dar bem e isso me incomoda; e mais ainda quando vejo que muitos n√£o se incomodam com o inc√īmodo e as agruras da vida do povo pobre, sem teto, com defici√™ncia, idosos, crian√ßas abandonadas, gente preconceituosa e racista, etc.
Também tenho asco de gente que não protege o meio ambiente, maltrata animais, se incomoda com os imigrantes pobres (porque os ricos são turistas, bonitos e trazem dinheiro - estes são aceitos), as pessoas só NÃO gostam de imigrante ou refugiado porque são pobres; gente que incomoda com a sexualidade alheia, com a crença ou descrença dos outros; gente que mata ou tem preconceito contra indígenas justamente por causa de terra- TUDO ISSO ME INCOMODA, por isso acho que não sou daqui (sequer deveria ter nascido neste mundo), quanto mais ter o desprazer de saber que existem pessoas com as características acima (e ainda ter que conviver)! Talvez por isso virei reclusa em minha própria casa!
Apenas consegui me Formar em Direito e Trabalhar como Advogada durante alguns anos (a maioria das √°reas me causam desprezo - escolhi o curso errado porque queria ser Delegada); antes de me formar trabalhei em v√°rias outras profiss√Ķes administrativas; hoje, aos 50, a tristeza e o desencaixe de mundo aumentou tanto que sequer consigo trabalhar; sequer consigo ter for√ßas para cumprir uma meta que tra√ßo ou uma promessa que fa√ßo!
Para mim, pontualidade e cumprimento de metas e promessas sempre foram quest√Ķes de honra - hoje j√° n√£o posso fazer porque n√£o sei se conseguirei cumprir! (tipo: prometer que vou fazer um trabalho volunt√°rio, ajudar algu√©m a resolver um problema jur√≠dico - via justi√ßa gratuita porque j√° n√£o exer√ßo por dinheiro, nem por nada). Quero, mas n√£o posso dizer a pessoa que vou fazer, afinal n√£o tenho certeza se vou conseguir me "DESAPREGAR" de casa para cumprir o prometido e n√£o cumprir me causaria dor e ang√ļstia (sei disso porque j√° aconteceu - uma vez tive diarr√©ia e v√īmito por n√£o conseguir fazer a coisa no tempo certo, no tempo prometido - a culpa me corr√≥i por n√£o ser quem gostaria).
Nos √ļltimos tempos s√≥ estudo em casa via internet. Direitos Humanos, Criminologia, Direito de Fam√≠lia, Direito da Mulher (Lei Maria da Penha) e Medicina Legal me encantam; mas n√£o trazem dinheiro, foi por isso que desisti da Advocacia - s√≥ quero fazer o que gosto e acredito e isso nem sempre √© trabalho remunerado! Outras disciplinas que adoro s√£o Filosofia e Psicologia (nestas √ļltimas n√£o tenho forma√ß√£o, mas fa√ßo um estudo incans√°vel sobre elas para tentar entender a mim mesma e aos demais).
Com a Psicologia acabei encontrando um EU que n√£o sabia: sou P.A.S (Pessoa Altamente Sens√≠vel), tenho depress√£o cr√īnica e ansiedade cont√≠nua e √†s vezes at√© exagerada; tudo isso veio por ser P.A.S e melanc√≥lica!
Com a Filosofia entendi que n√£o precisamos muito para sermos felizes (s√≥ a comida do dia, um teto para as noites chuvosas e/ou frias e uma ou duas pe√ßas de roupa para n√£o estarmos nus) - sou uma Admiradora do viver dos Est√≥icos; queria conseguir ser feliz, n√£o ter ang√ļstia - porque agora sei que n√£o √© o que tenho que poderia trazer felicidade; ela deveria estar dentro de mim, afinal n√£o precisamos de nada; n√£o sou consumista e n√£o creio que ir ao Shopingg ou comprar qualquer merda me deixaria melhor! Veja do exemplo das pessoas que s√£o po√ßo sem fundo no consumismo: quanto mais tem mais infelizes s√£o; querem algo hoje para realizar algum desejo, amanh√£ outra coisa, depois outra e nunca param de querem e consumir e est√£o sempre vazias....; eu estou vazia desde que nasci, por isso sei que nada que fa√ßa ou busque me trar√° felicidade, muito menos coisas materiais - √†s vezes penso em vender tudo e sair vagando pelo mundo com a roupa do corpo e meditando de vez em quando e fazendo jejuns! Algu√©m mais viveu uma vida parecida com a minha hist√≥ria? (hoje estou com 50)
submitted by lanaSouza to desabafos [link] [comments]


2018.12.05 23:22 avehomem [10 anos] COMO ME FUDI NO SHOW DO LOS HERMANOS

O texto abaixo corre a internet já faz algum tempo já faz pelo menos uma década. Vi a notícia do show do Loser Manos e quis reler o texto. Fui procurar e notei que o texto foi publicado neste blog em 11 de novembro de 2008. Ou seja, completou 10 anos algumas semanas atrás.
Pelo que parece é a fonte original, mas não tenho certeza. Eu, assim como todos meus conhecidos, li em algum outro fórum ou comunidade do Orkut. Divirtam-se!

COMO ME FUDI NO SHOW DO LOS HERMANOS,
por Adolar Gangorra em adolargangorra

Voltei para o Brasil há pouco tempo. Vivia com minha família na Inglaterra desde garoto. Estou morando no Rio de Janeiro há uns três meses e agora estou começando a me enturmar na Universidade. Não sei de muita coisa do que está rolando por aqui, então estou querendo entrar em contato com gente nova e saber o que tá acontecendo no meu país e, principalmente, entrar em bastante contato umas garotas legais, né?

Mas foi meio por acaso que eu conheci uma menina maneir√≠ssima chamada Tain√°. Diferente esse nome, hein? Nunca tinha ouvido. Estava procurando desesperadamente um banheiro no campus quando vi uma porta que parecia ser a de um. Na verdade, era o C.A. da Antropologia. A garota j√° foi logo me perguntando se eu queria me registrar em algum movimento estudantil de sei l√° o que. Que bacana! Que politizada ela era! E continuou a me explicar a import√Ęncia de eu me conscientizar enquanto enrolava em beque da grossura de uma garrafa t√©rmica. Pensei em dizer que estava precisando cagar muito r√°pido, mas ela era t√£o gata que eu falei que sim. Tain√°: cabelos pretos, baixinha e com uma estrutura rabial nota dez... A√≠, acho que ela me deu um certo mole... Conversa vai, conversa vem, ela me chamou para um show de uma banda naquela noite que eu nunca tinha ouvido falar: Loser Manos. Nome engra√ßado esse! Estava fazendo uma for√ßa sobre-humana para manter a mor√©ia dentro da caverna, mas realmente tava foda. Continuamos conversando e rindo. Ela riu at√© bastante, mas eu, na verdade, tava era mesmo rilhando os dentes porque assim ficava mais f√°cil disfar√ßar as contra√ß√Ķes faciais que eu estava tendo ao travar o meu cu para n√£o cagar ali mesmo na frente dela.

Pensando bem, eu tinha ouvido falar sim alguma coisa sobre essa banda l√° na Europa ainda, mas n√£o lembro bem o qu√™. Ah, acho que vi esses caras hoje no notici√°rio local dando uma entrevista. Achei que fosse uma banda de crentes tradicionalistas tipo Amish. Todos de barba, com umas roupas meio fudidas. Parecia at√© a Fam√≠lia Buscap√©! D√£o a impress√£o de ser uns sujeitos legais, mas o que me chamou a aten√ß√£o mesmo foi o jeito da rep√≥rter, como se fosse a f√£ n¬ļ 1 deles, como se estivesse cobrindo a volta do Beatles ou coisa parecida. N√£o entendi esse jeito "vibr√£o" de trabalhar. Bom, mas se eu conseguir ficar com o bicho bom da Tain√° hoje √† noite, j√° t√ī no lucro! Marcamos de nos encontrar na entrada do gin√°sio. Rapaz, acho que t√ī dando sorte aqui no Brasil!

Ia ser fácil achar essa garota no meio da multidão. Ela se veste de uma maneira estilosa, diferente, bem individual: sandália de dedo, saia indiana, camiseta de alça, uma bolsa a tiracolo e o mais interessante: um óculos retangular, de armação escura e grossa, engraçado até! Depois de uns mil "Desculpe, achei que você fosse uma amiga minha.", finalmente encontrei Tainá e seu grupo de amigos. Cacete, isso sim é que é moda! Parecia uniforme de escola!

Ela me apresentou suas amigas, Janaína e Ana Clara e seus respectivos namorados, Francisco e Bento. Uma mistura de fazendeiros com intelectuais. Um cara de macacão, de sandália de pneu e com ar professoral. Outro de colete, tênis adidas, óculos e também com ar professoral. Pareciam ser legais, "do bem" como eles mesmo falam... Mas que não me deram muita conversa. "Do bem", isso mesmo! Gíria nova... Todos aqui são "do bem". E que nomes tão simples e idílicos! Janaína, Ana Clara, Francisco, Bento e Tainá. Nada de Rogérios ou Robertos. E eu que já tava me sentindo meio culpado por me chamar Washington... Realmente estava no meio de uma nova época da juventude universitária brasileira!

Comecei a conversar com a Tain√° antes que a banda entrasse no palco. A√≠... acho que t√° rolando uma condi√ß√£o at√©! Quem sabe posso me dar bem hoje? Ela come√ßou a falar de m√ļsica: "De quem voc√™ √© f√£?", perguntou. P√ī, eu me amarro no George..." Ela imediatamente me interrompeu, dizendo alto: "Seu Jorge? Eu tamb√©m amo o Seu Jorge!" Puxa, que legal! Ela gosta tanto do George Harrison que se refere a ele com uma intimidade √ļnica! Chama ele de "Seu"! Seu Jorge! Isso √© que √© f√£! "Legal voc√™ j√° conhecer ele, hein? Eu sabia que ele ia se dar bem na Europa! O Seu Jorge √© um g√™nio!", ela emendou. P√ī, eu morava na Inglaterra. Como eu n√£o ia conhecer o George Harrison?

Essa eu n√£o entendi...

Logo ela perguntou quais bandas que eu gostava. "Eu curtia aquela banda da Bahia...".

"Ah, Os Novos Baianos, n√©?? Adoro tamb√©m!" "N√£o, Camisa de V√™nus! "Silvia! Piranha!" cantei, rindo. A cara que ela fez foi de quem tinha bebido um balde de suco de lim√£o com sal. Senti que ela n√£o gostou muito da piada. Tentei consertar: "Achava eles engra√ßados, mas era coisa de moleque mesmo, sabe?" √ďbvio que n√£o funcionou... A√≠, acho que dei um fora...

Depois, Tain√° foi me explicando que o tal Loser Manos √© a melhor banda do Brasil, etc., etc., etc., e que eles "promovem um resgate da boa m√ļsica brasileira". "Tipo Os Raimundos com o forr√≥?", perguntei. "Claro que n√£o!", disse ela meio exaltada! Ela me falou que n√£o se pode comparar os Hermanos com nada porque "eles s√£o √ļnicos", apesar de hoje existirem outros excelentes artistas j√° reverenciados pela m√≠dia do Rio de Janeiro como Pedro Luis e a Parede, Paulinho Moska, O Rappa, Ed Motta, Orquestra Imperial, Max de Castro, Simoninha e Farofa Carioca. Ela mencionou tamb√©m "Marginalia" ou coisa parecida. Foi isso mesmo que eu ouvi? Achei que ela estivesse elogiando eles... Esses foram os nomes art√≠sticos mais escrotos que j√° tinha ouvido, mas fiquei quieto. Fico feliz em saber sobre essa nova onda musical pois quando sa√≠ do Brasil o que fazia sucesso no Rio era Neuzinha Brizola e seu hit "Mintchura". Ainda bem que tudo mudou, n√©?

Só depois percebi que o nome da banda é em espanhol: Los Hermanos. Ah bom! Mas se eles são tão brasileiros assim porque não se chamam "Os Irmãos"? Quando saí daqui os nomes de muitas bandas costumavam ser em inglês e até em latim. Ainda bem que essa moda de nomes de bandas em espanhol não pegou no Brasil!

Pelo que me lembro, ao explicar qual √© a dos "Hermanos", ela usou a express√£o "do bem" umas 37 vezes e disse que eles falam de romantismo, lirismo, samba e circo. Legal, mas circo? P√ī, circo √© foda! Uma tradi√ß√£o solidificada nos tempos medievais que ganha dinheiro maltratando animais. Onde est√° a poesia de ver um urso acorrentado pelo pesco√ßo tentando se equilibrar miseravelmente em cima de uma bola enquanto √© puxado por um cara com um chicote na m√£o? R√°, r√°, r√°... Engra√ßado pra caralho! Na boa, circo √© meio deprimente. Palha√ßo de circo s√≥ troca tap√£o na cara e espirra √°gua nos olhos dos outros com flor de lapela e quando sai do picadeiro, vai chorar no camarim. Que merda! A √ļnica coisa legal no circo mesmo √© quando ele pega fogo! Isso sim que √© um espet√°culo de verdade! Aquela correria toda, etc. Senti que essa galera se amarra em circo. N√£o faz sentido se eles s√£o t√£o politicamente corretos assim, n√©? E os pobres animais? E eu querendo n√£o passar em branco na conversa com a Tain√°, mas n√£o conseguia lembrar de jeito nenhum a √ļnica coisa que eu sabia sobre a banda... Cacete...! O que era mesmo?

De repente, uma gritaria hist√©rica! O show tava come√ßando! O gin√°sio veio a baixo! Perguntei pra ela: "Eles s√£o todo irm√£os, n√©, tipo o Hanson?" Ela disse um "n√£o" esquisito, como se eu tivesse debochando. Todos eles usam uma barba no estilo Velho Testamento e se chamam "Los Hermanos"! O que ela queria que eu pensasse? Ap√≥s ouvir a primeira m√ļsica deu pra ver que os caras s√£o profissionais mesmo, tocam muito bem e s√£o completamente idolatrados pelo p√ļblico, para dizer o m√≠nimo. Fiquei prestando aten√ß√£o ao show. P√ī, as m√ļsicas s√£o boas! D√° pra ver uma influ√™ncia de Weezer, Beatles e Chico Buarque. Esse a√≠ √© fod√£o, excelente compositor mesmo. L√° na Inglaterra conhecia uns caras que eram ligados ao movimento "Dark", como chamam por aqui. S√£o os sujeitos que gostam de The Cure, Bauhaus, Sister of Mercy, etc. E tem a maior galera aqui no Brasil tamb√©m que se veste de preto, n√£o toma sol, curte um pessimismo niilista e se amarra nessas bandas. Mas se eles sacassem que o Chico Buarque √© o genu√≠no artista "Dark" brasileiro... P√ī, √© s√≥ ouvir as m√ļsicas dele pra perceber: "Morreu na contra-m√£o atrapalhando o tr√°fego" ou "O tempo passou na janela √© s√≥ Carolina n√£o viu". "Pai, afasta de mim esse c√°lice, de vinho tinto de sangue" ou "Taca pedra na Geni, taca bosta na Geni, ela √© boa pra apanhar, ela √© boa de cuspir, ela d√° pra qualquer um, maldita Geni". Tudo alegr√£o, n√©? A√≠, se eu fosse dark, s√≥ ia ouvir Chico Buarque, brother!

Tentei reengatar a conversa dizendo que achava ao baixista o melhor m√ļsico dos Los Hermanos. Ela respondeu, meio irritada: "Mas ele n√£o √© da banda!" Como eu ia saber? O cara tem barba tamb√©m! A√≠, n√£o t√ī entendendo mais nada...

Adiante, ela me disse que o cara que ela mais gostava na banda era um tal de Almirante. Depois de alguns minutos deu pra ver que o camarada imita um pouco os trejeitos do Paul McCartney, s√≥ que em alt√≠ssima rota√ß√£o. Ele fica se contorcendo feito um maluco enquanto os outros ficam est√°ticos. √Č engra√ßado at√©! Parece que ele tem uma micose num lugar dif√≠cil de co√ßar! E fica falando e rindo direto. Ele √© o irm√£o gaiato do cara que canta a maioria das m√ļsicas, o tal de Marcelo Campelo, como anunciaram no notici√°rio local hoje. Isso mesmo, Marcelo e Almirante Campelo: "Os Irm√£os"! Legal! J√° tava me inteirando! Ah, e tem tamb√©m dois gordinhos de barba que est√£o l√° tamb√©m, mas devem ser filhos de outro casamento...

Tava um calor desgra√ßado, coisa que eu realmente n√£o estou mais acostumado. Fui rapid√£o ao bar pra beber alguma coisa. Comprei umas quatro latas de refrigerante que era o √ļnico tro√ßo que tava gelado para oferecer para meus novos amigos: "A√≠, trouxe umas coca-colas pra voc√™s!" Ouvi a seguinte resposta: "Coca-Cola? Isso √© muito imperialista... Guaran√° √© que √© brasileiro!" Puxa, que pessoal politizado... Isso mesmo, viva o Brasil! "Yankees, go home", r√°, r√°! Outro fora que eu dei! Mas, pensando bem, eles n√£o usam o Windows e o Word pra fazer trabalhos da universidade? Ou usam o "Janelas"? Dessas coisas gringas n√£o √© t√£o mole de abrir m√£o, n√©? Mais f√°cil n√£o tomar Coca-Cola! Isso sim que √© ativismo estudantil consciente! Posicionamentos pol√≠ticos √† parte, tava quente pra burro, ent√£o bebi tudo sob o olhar meio atravessado de todos eles... fazer o qu√™?

L√° pelas tantas, come√ßou uma m√ļsica e todo mundo berrou e pulou. Parecia o fim do mundo. Logo nos primeiros acordes, reconheci o som e falei pra Tain√°: "Ah, eu sei o que √© isso! √Č um cover do Weezer! Me amarro em Weezer!" Ela olhou pra mim com uma cara indignada e disse: "Que Weezer o qu√™? O nome dessa m√ļsica √© "Cara Estranho". J√° vi que n√£o gostou de novo... Mas quem sou eu pra dizer algum coisa aqui, n√©? Porra, mas que parece, parece! Mas o que era mesmo que eu n√£o consigo lembrar de jeito nenhum sobre eles? Acho que conhe√ßo alguma outra m√ļsica deles... S√≥ n√£o consigo dizer qual...

Sabia que se eu quisesse me dar bem logo com a Tain√° teria que ser entre uma m√ļsica e outra pois parecia que ela estava vendo um disco voador pousar enquanto os caras tocavam. Resolvi fazer uma piada pra descontrair, que sempre rola em shows. Quando o Campelo tava falando alguma coisa qualquer, berrei: "Filha da putaaaaaaaaaa!" Pra que? Tain√° e sua mil√≠cia hermanista me deram uma cutucada monstra na costela que me fez enxergar em preto e branco uns 5 minutos! P√ī, todo show algu√©m grita isso! √Č quase uma tradi√ß√£o at√©! Eu me amarro no cara! E √© s√≥ uma piada! A√≠, esse pessoal leva tudo muito a s√©rio! Caralho... Pensei em pegar uma camisinha da minha carteira e fazer um bal√£o e jogar pra cima, como rola em todo show, pra mostrar pra Tain√° que eu sou uma cara consciente, tipo: "A√≠, Tainaz√£o, se tu se animar, eu t√ī preparado!", mas depois dessa vi que senso de humor n√£o √© o forte dessa galera...

O tempo tava passando e nada de eu ficar com minha nova amiguinha. Quando fui tentar falar uma coisa no ouvido dela, foi o exato momento em que come√ßou uma outra m√ļsica. Foi a√≠ que a louca deu um grito e um pul√£o t√£o altos que eu levei uma cabe√ßada violenta bem no meio do meu queixo! Ela n√£o sentiu nada, √≥bvio, pois estava em transe hipn√≥tico s√≥ por causa de uma can√ß√£o sobre a beleza de ser palha√ßo ou lirismo do samba ou qualquer outra coisa do g√™nero. A porrada foi t√£o forte que eu mordi um peda√ßo da l√≠ngua. Minha boca encheu d¬ī√°gua e sangue na hora! Enquanto eu lutava pra n√£o desmaiar, instintivamente enfiei a manga da minha camisa na boca pra estancar o sangue e n√£o cuspir tudo em cima de Ana Claudia e Janda√≠na or something. S√≥ que estava t√£o tonto com a cabe√ßada que tive que me segurar em uma ou outra pessoa pra n√£o cair duro no ch√£o. Foi quando ouvi: "Nossa, que horror! Lan√ßa-perfume! Esse playboy t√° doid√£o de lan√ßa! Que decad√™ncia..." Lan√ßa-perfume? Cara, l√≥gico que n√£o! E mesmo que tivesse, todo show tem isso! Mas nesse, n√£o pode. √Č "do bem". √Č feio ter algu√©m cheirando lol√≥!! P√ī, todo show que eu fui na vida tinha algu√©m movido a clorof√≥rmio. Aqui, n√£o. Rapaz, onde fui me meter?

Babei na minha camisa at√© o ponto dela ficar ensopada! Fui ao banheiro tentar me recuperar do cacete que tomei. Lavei o rosto e tirei a camisa. Quando voltava passei por uma galera e ouvi resmungarem alguma coisa do tipo: "...e esse mala a√≠ sem camisa..." Porque n√£o se pode tirar a camisa num show? Isso aqui n√£o √© s√≥ uma apresenta√ß√£o de uma banda? Parecia que eu ainda estava na Europa! Regul√Ķes do caralho... E, afinal, o que significa "mala"?

Estava enxergando tudo emba√ßado e notei que minhas lentes de contato tinham saltado pra longe com a cabe√ßa-ar√≠ete de Tain√° e esmagadas por centenas de sand√°lias de dedo. Lembrei que sempre levo um par de lentes extras no bolso. √Č uma parada moderna que eu achei l√° em Londres. Um estojo ultrafino com uma pel√≠cula de silicone transparente dentro que mant√©m as lentes umedecidas e prontas para uso. Abri o estojo e peguei cuidadosamente a pel√≠cula com as duas m√£os e elevei-a contra a luz para conseguir achar as lentes. Estiquei os polegares e indicadores, encostando uns nos outros, para abrir a pel√≠cula entre esses dedos. Balan√ßava o neg√≥cio levemente, de um lado para o outro, contra a pouca luz que vinha do palco para conseguir localizar as lentes. N√£o estava enxergando nada direito! Quando tava l√° com as m√£os pra cima, fazendo uma for√ßa absurda pra achar as lentes, um dos caras legais com nomes simples, me deu um puta safan√£o no ombro. √Č claro que o silicone voou longe tamb√©m... Caralho, minhas lentes! Custaram uma fortuna! Que filho da puta! "Que sinal √© esse que tu fazendo a√≠, meu irm√£o? T√° desrespeitando as meninas?"

"Que sinal?? Que sinal??", respondi, assustado!

"De buceta, palhaço!", apertando o meu braço que nem um aparelho de pressão desregulado. "Você tá no show do Los Hermanos, ouviu? Los Hermanos! Ninguém faz sinal de buceta em um show do Los Hermanos, sacou?", gritou o tal hipponga na minha cara.

Que viado, eu n√£o tava fazendo nada! Parecia uma freira de col√©gio! Que lance √© essa de buceta? Da onde esse prego tirou isso? As meninas... (Per√°i! Menina? A mais nova a√≠ tem uns 25!) ficaram me olhando com a cara mais escrota do mundo! A essa altura, j√° tinha percebido que n√£o ia agarrar a Tain√° nem que eu fosse o pr√≥prio Caetano Veloso! "Bento", que nome mais rid√≠culo... Isso aqui √© um show ou uma reuni√£o de alguma seita messi√Ęnica escolhida para repovoar a Terra?

Caramba, que noite infernal! Tava com a língua sangrando, sem enxergar direito, só de calça, arrotando sem parar e puto da vida porque só tinha aceitado vir aqui por causa de mulher. Estava no meu limite. Isso era um show ou uma convenção do Santo Daime? Que patrulhamento! E, de repente, vejo Tainá e seus amigos olhando feio pra mim e cantando a seguinte frase: "Quem se atreve a me dizer do que é feito o samba?" Aí foi demais! Eu me atrevo: Ritmo, melodia e harmonia. Pronto, só isso! Mais nada! Olha só: foda-se o samba, foda-se o circo, foda-se a obsessão por barba da família Campelo e, principalmente, foda-se essa galera "do bem" que está aqui!

Apesar de tudo, a banda √© realmente √© muito boa! O que incomoda mesmo √© esse p√ļblico metido a politicamente correto e patrulhador e a imprensa que for√ßa a barra pra vender alguma imagem hipertrofiada do que rola de verdade. Esse clim√£o de festival antigo de m√ļsica popular brasileira, daqueles com imagens em preto e branco, com todo mundo participando, que volta e meia reprisam na tv, tudo lindo e maravilhoso. "Puxa vida, um novo movimento musical brasileiro!"? "Estamos realmente resgatando a nossa cultura!" ? Que exagero... Ei, √© s√≥ m√ļsica pop! M√öSICA POP!

Caralho, finalmente lembrei! Eu conhe√ßo uma m√ļsica deles! Ouvi em Londres! Numa √ļltima tentativa de salvar meu filme com Tain√°, na hora do bis, berrei bem alto: "TOCA ANA JULIA!" S√≥ acordei no hospital. Tomei tanta porrada que vou ter que fazer uma pl√°stica pra tirar as marcas de pneu da minha cara! Fui pisoteado! Neguinho ficou puto! Qual √© o problema com essa m√ļsica? Me lembro de estar sendo chutado pela elite dos estudantes universit√°rios brasileiros e da pr√≥pria Tain√°, gritando e me dando um monte de bolsadas na cabe√ßa! Que porra louca! Tentaram me linchar! Ofendi todo mundo! P√ī, Ana Julia √© uma m√ļsica boa sim! √Č um pop bem feito! Se n√£o fosse, o "Seu Jorge" Harrison n√£o teria gravado, n√©? Se ele n√£o entende de m√ļsica, quem entende? Me disseram depois que o tal Campelo se retirou do palco chorando, magoado, e o outro irm√£o mais novo dele, o nervosinho que imita o Paul McCartney, pulou do palco pra me bicar tamb√©m. Do bem? Do bem √© o cacete...

Aí, sinceramente, ainda prefiro o show do Camisa de Vênus...
submitted by avehomem to brasil [link] [comments]


2018.06.27 14:37 Lucy_Senna Lembrem-se da Mulher de L√≥ ‚Äď Resenha

Oi, tudo?
Eu já escrevi essa resenha, há um ano... Achei interessante repostá-la aqui. Talvez eu faça resenhas de outros filmes torreanos se vocês quiserem, 'kay?
‚Äď‚Äď‚Äď‚Äď‚Äď‚Äď‚Äď‚Äď‚Äď‚Äď‚Äď
Tenho que confessar uma coisa a vocês. Eu era ingênua e me surpreendi quando as TJs lançaram o filme do filho pródigo. Achei que depois daqueles antigos, ela tinha parado. Mas estava enganada. Começaram a vir filmes bem feitos, bem filmados, com roteiros novos. O primeiro foi Filho Pródigo. Muito forte (aka muito apelativo). Vieram outros filmes depois.
Quando lan√ßou o segundo da nova fase torreana mostrando tempos atuais ‚Äď "Estas palavras t√™m de estar em seu cora√ß√£o" ‚Äď o hype causado foi grande. O trailer mostrava as cenas mais fortes, para no final, o filme n√£o ser t√£o forte como parecia. Continuava apelativo e esse filme mostra o qu√£o a Torre sabe ser abusiva e chantagita, mas particularmente n√£o supera o primeiro. A√≠ o Corpo Governante se reuniu e discutiram "hm, parece que nossos escra‚ÄĒ digo, ovelhas est√£o se distraindo demais com com√©dias mundanas. Vamos prend√™-los mais e fazer nosso pr√≥prio romance".
Nisso, mais tarde lan√ßou-se aquele filme rom√Ęntico que eu esqueci o nome...mas n√£o importa. √Č ruim. Conseguiu ser pior e √© mais for√ßado com um roteiro fraquinho.
Quando a Watchtower recria as hist√≥rias b√≠blicas em filmes, fica realmente muito bom. Uh, talvez n√£o os trechos da hist√≥ria de Jesus ‚Äď tinha cen√°rios muito pobres mas era para ser algo mais teatral. J√° a hist√≥ria do Rei Ezequias ficou fant√°stica no sentido de p√≥s produ√ß√£o. Eu n√£o vi o filme de Jonas ainda, mas parece ter ficado fant√°stico.
Agora quando ela faz filmes com cenários atuais, nossa senhora, credo. Ano passado tivemos... "Lembrem-se da mulher de Ló." Lembram? Meus amores... Esse foi o pior filme que essa empresa já fez.
O filme tenta ser um filme "Sessão da Tarde", no humor e no visual. A abertura é super infantil e bobona.
Meu, o tio é apresentado como "tio". E só. A boa notícia é que isso é o menor dos problemas.
O filme come√ßa com uma fam√≠lia tendo problemas financeiros, com muitas contas pra pagar, e a m√£e da esposa dizendo que era bom trabalhar um pouco mais para eles n√£o passarem um aperto maior. Ela disse d'uma forma bem escrota, capitalista e rid√≠cula, mas isso n√£o vou dizer que √© irreal n√£o. Acontece conversas assim mesmo, particularmente √© cansativo ouvir papos assim. Depois de pensar e desobedecer o seu marido ‚Äď que por sinal, √© extremamente est√ļpido, d√° muita raiva de assistir s√≥ por causa dele pelo fanatismo extremo e como ele trata a mulher como algu√©m inferior ‚Äď ela se torna uma corretora de im√≥veis, melhorando muito a vida da fam√≠lia e esfriando com a religi√£o. Nada de especial, nada de diferente.
(Olha, preciso avisar que eu não sei o nome de ninguém nessa história. Não, não foi má vontade, custei pra tentar.)
Então o pai começa a fazer estudo para converter um ser agressivo, mas gente boa. Ele tem uma família normal, mas retratada como bagunçada, por causa do tom de deboche usado na cena onde aparecem.
Por que a Torre sempre retrata que alguém jogando videogame é alguém fraco? Me poupe.
Acabam por ir na reuni√£o e gostam do ambiente, mas no final o estudante se desentende com o instrutor ‚Äď o marido da protagonista ‚Äď quando ele percebe que um anci√£o √© sustentado pela congrega√ß√£o, dizendo que estava vivendo nas costas dos outros. O que...n√£o deixa de ser mentira, pois ele morava numa casa decente e tinha uma minivan na faixa dos seus $40 mil (vindo pra c√° seria 120 mil f√°cil). Mas do nada, na transi√ß√£o do primeiro epis√≥dio pro segundo, ele decide ser uma TJ. Assim, do nada, pra nada, aquele pensamento que ele teve morreu num passe de m√°gica.
Ah. Eu ainda n√£o falei da parte principal do filme, a esposa desse xarope. Ela √© uma personagem que me causou pena e raiva ao mesmo tempo. Pena por ela s√≥ querer o melhor pra fam√≠lia, raiva por fazer isso mal feito. A mo√ßa mal acaba de ganhar o dinheiro e j√° come√ßa a gastar, tudo bem! Eu ganhei meu primeiro sal√°rio do meu emprego novo e comprei um vestido de 700 reais. √Č super inteligente, sabe!
Isso s√≥ mostra o qu√£o irreal e est√ļpida √© a forma da Torre retratar algu√©m que s√≥ quer um pouco mais de conforto na vida, demonstrando a pessoa sempre se transformando numa materialista.
A atriz faz com que a personagem, atrav√©s de seu olhar e express√Ķes, seja encarada como a bruxa, algu√©m que se corrompeu e se tornou uma vil√£. √Č est√ļpido, irreal.
As situa√ß√Ķes e suas devidas retrata√ß√Ķes da realidade s√£o um show de horrores, todas. S√£o super ilis√≥rias, vis√Ķes deturpadas e maldosas do "sistema". Fam√≠lias mundanas sempre retratadas como bagun√ßadas e com problemas. Colegas de trabalho sempre mau-car√°ter e agressivos. H√° duas ou tr√™s refer√™ncias (zombarias) escrotas contra homossexualidade. Em uma delas a m√£e est√° vendo um programa onde um casal gay √© protagonista, e eles s√£o postos de costas pra provavelmente n√£o dizerem em Betel que"irm√£o tal interpretou um gay". Ela os apoia ‚Äď de jeito rid√≠culo, dizendo "o mundo mudou" e sem nenhuma seriedade. N√£o falam de amor entre os LGBT, afinal, eles n√£o pregam amor, mas sim √≥dio e medo. A outra √© quando a colega da filha mais velha diz ‚Äď desnecessariamente, dando a entender que "mundanos se exibem quando s√£o n√£o-h√©teros" ‚Äď que tem duas m√£es, e o pai come√ßa a ficar alterado com esse simples fato e j√° joga aquele discursinho de "seguimos o que est√° na b√≠blia". H√° uma terceira, por√©m mais impl√≠cita. O colega da esposa sempre fica de costas tamb√©m, e fala um pouco mais solto. Ouvi pessoas atr√°s de mim dizendo "ih √© boiola", mas na dublagem BR (que sempre foi P√ČSSIMA) ele n√£o √© t√£o solto nem fazia gestos femininos. √Č rid√≠culo, nojento, tendencioso e desnecess√°rio. Queriam mesmo abrir espa√ßo para insultar essas pessoas ‚Äď na qual eu e outros infiltrados estamos inclusos ‚Äď de gra√ßa. O filme n√£o mudaria em nada sem essas idiotices. A conversa do anci√£o com a guria foi desconfort√°vel de se assistir tamb√©m, bem invasivo.
Legal que o estudante se batiza, e bem rápido até. Normal hoje em dia. Só é moiado como é forçado e diria que até seja ilusório. Não sei aí aonde vocês moram, mas aqui arrumar um estudo bíblico é complicado.
A segunda parte termina com o marido da esposa ficando desumilde e recusando ajuda do estudante.
O filme d√° vontade ver at√© o fim? N√£o, n√£o d√° vontade de ver at√© o fim. Estava na metade da segunda parte e j√° queria que terminasse. Escrevi essa resenha antes de ver a terceira parte e j√° perdi por absoluto o interesse. O final ‚Äď ali√°s, os roteiros torreanos s√£o bem previs√≠veis: tudo normal, desanda, desaba, meditam e tudo volta a ser feliz como antes num passe de m√°gica. Digo m√°gica porque √© bem irreal, por exemplo, a irm√£ mais velha ter aprendido o l√≥gico ‚Äď o amor ‚Äď e volta a ser fiel a Torre: voltando a ver coisas normais como erradas, s√≥ porque o trabalho era muito puxado e tinha "muita press√£o". Como se na Torre n√£o tivesse press√£o, n√©. Essa menina ou arruma um emprego bem levinho ou n√£o ir√° durar nada num emprego normal.
Ah sim, a terceira parte tem cenas completamente descartáveis: todo mundo muda num passe de mágica e todo mundo fica feliz. A mulher, ao não faltar à celebração, não perdeu a amizade de Jeová. Que lhindo.
Agora entendi porque minha m√£e ficou num √≥dio mortal quando tive de faltar √† celebra√ß√£o pra fazer uma prova. √Č, o deus todo amoroso vai chegar pra voc√™, juntar os dedos e dizer "corta aqui, n√£o sou mais seu amigo" por n√£o ter ido a comemora√ß√£o. Que maduro, hein.
Os filmes JW s√£o bem irreais, mas este sem sombra de d√ļvidas foi o pior. Ele √© muito for√ßado em criar situa√ß√Ķes, com algumas at√© aleat√≥rias, como do nada a m√£e da mo√ßa dizendo que estava com dores e ficando doente, e queria morar com ela. Tipo, "why". Enfaticamente nada do que ocorre naquele filme se d√° de forma natural ou espont√Ęnea.
Al√©m disso, o filme retrata muito mal ambos os mundos: o mundo normal ‚Äď esse nem preciso comentar ‚Äď e o pr√≥prio mundo torreano tamb√©m. Sabe quando voc√™s l√™em/ouvem que "dentro da organiza√ß√£o ser√£o felizes, e fora dela nunca ser√£o"? O filme inteiro se resume a essa mensagem multiplicada por 7, de tanto que √© jogado na sua cara, o que faz o filme ser muito rid√≠culo e desinteressante de assistir, levando a pessoa normal (porque os TJs consideram como melhor filme do mundo) a ca√ßoar do filme.
A qualidade da filmagem caiu. Nos outros filmes as filmagens eram bem feitas, me surpreendiam. √Č isso o que acontece quando decidem fazer filmes todo ano. A √ļnica coisa realmente boa e proveitosa que via nos filmes JW eram a qualidade da p√≥s-produ√ß√£o, e se n√£o fosse o filme de Ezequias, diria que essa qualidade se foi. Parece bastante que s√£o duas equipes diferentes para produ√ß√£o de filmes: uma equipe fant√°stica que cuida das hist√≥rias b√≠blicas e outra bem moiada com uma mentalidade iludida para situa√ß√Ķss atuais.
Os cortes s√£o desconexos e inconscistentes, com o cara se mexendo duma forma, corta e ele t√° numa posi√ß√£o bem diferente. Os √Ęngulos de filmagem s√£o bons at√©, mas tinha horas que n√£o a dire√ß√£o n√£o fazia ideia do que queria fazer. Falando em "n√£o saber o que queria fazer", a abertura e efeitos de transi√ß√£o s√£o infantis demais. E quando aconteciam no meio do filme, senti que estavam apressando as coisas porque de fato n√£o √© interessante. Nada √© interessante. Mas acontece com frequ√™ncia, e a transi√ß√£o √© mal resolvida nos movimentos. Tamb√©m n√£o sei o que queriam passar com aquele efeito. Imitar seriado americano? N√£o sei. Ao menos o efeito da mo√ßa se tornando est√°tua de sal foi... Sei l√°. A mo√ßa √© muito bonita. Mas √© bizarro, tenta fazer jumpscares ‚Äď quando algo assustador pisca do nada na sua tela ‚Äď e... Achei interessante aquilo ali, mas for√ßado e bizarro num filme desse naipe.
S√≥ digo uma coisa, o filme √© um show de horrores e um show de horrores amador. ‚ėÖ
submitted by Lucy_Senna to extestemunhasdejeova [link] [comments]


''10 frases que toda garota adora ouvir do menino'' 2 COISAS Que Voc√™ N√ÉO Deve Fazer Na Hora do SEXO 7 COISAS QUE AS GAROTAS GOSTAM NOS GAROTOS 5 COISAS que enlouquecem uma mulher na cama! 6 SINAIS QUE ALGU√ČM GOSTA DE VOC√ä 5 elogios que as mulheres adoram ouvir AS MULHERES AMAM ISSO ! COMO SABER SE O CRUSH EST√Ā AFIM DE VOC√ä 3 Sinais Que Revelam Se Algu√©m Realmente Gosta de Voc√™

Dicas para caras: 10 coisas fofas para dizer a uma menina ...

  1. ''10 frases que toda garota adora ouvir do menino''
  2. 2 COISAS Que Você NÃO Deve Fazer Na Hora do SEXO
  3. 7 COISAS QUE AS GAROTAS GOSTAM NOS GAROTOS
  4. 5 COISAS que enlouquecem uma mulher na cama!
  5. 6 SINAIS QUE ALGU√ČM GOSTA DE VOC√ä
  6. 5 elogios que as mulheres adoram ouvir
  7. AS MULHERES AMAM ISSO !
  8. COMO SABER SE O CRUSH EST√Ā AFIM DE VOC√ä
  9. 3 Sinais Que Revelam Se Alguém Realmente Gosta de Você

50+ videos Play all Mix - 6 SINAIS QUE ALGU√ČM GOSTA DE VOC√ä YouTube 8 Sinais de Que Voc√™ √Č Muito Mais Atraente do Que Pensa - Duration: 9:06. INCR√ćVEL 2,571,656 views Sejam bem vindos ao Top e no v√≠deo de hoje listamos 7 coisas que as garotas gostam nos garotos, caso voc√™ nunca tenha se dado bem em uma conquista se acomode e aprenda como chamar a aten√ß√£o ... Criei este v√≠deo com o Editor de v√≠deos do YouTube (https://www.youtube.com/editor) 2 COISAS Que Voc√™ N√ÉO Deve Fazer Na Hora do SEXO Existem 2 coisas que 99% dos homens fazem na hora do sexo. Esses 2 erros s√£o grav√≠ssimos e voc√™ nunca deve comete-lo na hora H. Semana passada falei de 5 coisas que os homens jamais devem fazer na cama e essa semana fiz uma lista para falar justamente de 5 coisas que eles fazem que nos deixam babando colorido! As 3 Coisas Que As Mulheres Gostam nos Homens - Duration: ... 3 SINAIS DE QUE ELA TE QUER - Duration: ... MANUAL DA PPK PARA OS HOMENS com Dora Figueiredo - Duration: ... Para desenvolver seu poder de sedu√ß√£o clique acima Muitas vezes as pessoas me perguntam com indentificar quando algu√©m realmente gosta de voc√™ e quando essa pessoa est√° fingindo gostar. 8 DICAS PARA SABER SE O CRUSH EST√Ā A FIM NA TV GAZETA ... 5 COISAS QUE PROVAM QUE O GAROTO EST√Ā AFIM DE VOC√ä! - Duration: 7:00. Gregory Kessey 5,531,853 views. 7:00. 10 dicas para conquistar uma mulher ... 5 dicas para deixar a gata a fim de voc√™ ... Coisas que as mulheres gostam nos homens - Duration: 4:37.